Logo mais à tarde, a partir das 15h, através de uma videoconferência, o futuro do futebol brasileiro poderá ter um "norte" no ano de 2020. Membros da Comissão Nacional de Clubes e da Confederação Brasileira irão se reunir para debater sobre a retomada dos treinos por parte dos clubes de futebol das Séries A e B.

Com o esporte paralisado no Brasil desde 13 de março, os clubes que deram férias a seus atletas por um período de 30 dias, após 15 dias de quarentena, agora buscam soluções com o final deste período de "descanso" dos jogadores, que se encerra nesta próxima quarta-feira - dia 30 de abril.

Por exemplo, a Federação Cearense de Futebol já se reuniu neste último final de semana e através de uma videoconferência discutiram possíveis soluções com dirigentes de Ceará e Fortaleza - os principais clubes do estado. Há a possibilidade da criação de um protocolo médico para promover a volta do futebol e dos treinos, sem aglomerações e sem a presença dos torcedores aos estádios e aos centros de treinamentos.

"A CBF deve estar lançando nesta terça-feira ou mais tardar na quarta, um protocolo médico nacional e, dentro desse mesmo, a Federação irá preparar o protocolo estadual. Dentro dessa condição, já também os nossos campeonatos. Mas, por enquanto, nós iremos aguardar o lançamento do protocolo nacional para que possamos adaptar ao nosso futebol", declarou Marco Carmélio - presidente da FCF.

O certo é que se o Ministério da Saúde der um "pequeno" sinal de liberação ao futebol nacional, em breve poderemos ter o retorno do esporte em nosso país - mas obviamente que sem a presença do torcedor aos estádios.

CBF
CBF