Não aguentou a provocação: Cruzeiro HUMILHA Atlético-MG e rival toma atitude POLÊMICA ao vivo

A Raposa cutucou o Galo após o clássico na Arena MRV. Só que o Atlético-MG não gostou nem um pouco da ação do Cruzeiro nos bastidores

No último domingo (22), o Cruzeiro venceu o Atlético-MG por 1 x 0, fora de casa, pela 28ª rodada do Brasileirão. Com o resultado, a equipe de Zé Ricardo ficou na 14ª posição da tabela com 34 pontos.

Além de vencer o clássico, a Raposa conseguiu se afastar da zona de rebaixamento para a Série B. Agora, a distância para o Vasco, que abre o Z-4, é de quatro pontos.

E o time celeste não perdeu a oportunidade de ‘humilhar' o Galo. Contudo, o rival não aguentou a provocação e tomou uma atitude polêmica contra o Cruzeiro ao vivo.

Cruzeiro mostra para Atlético-MG quem é que manda

Tudo começou após o apito final. No primeiro clássico da história do novo estádio do Atlético-MG, a Raposa mostrou quem é que manda e voltou para a Toca com três pontos na bagagem.

Antes do início da entrevista coletiva de Zé Ricardo, funcionários celestes colocaram uma bandeira do Cruzeiro na mesa. Integrantes da comunicação do Galo solicitaram a retirada alegando que o uso era proibido no local.

A situação persistiu mesmo depois da chegada do treinador celeste. Ele então se posicionou para responder às perguntas dos jornalistas, mas o microfone estava desligado.

Isso foi um contra-ataque do rival por conta da Raposa não tirar a bandeira, que estava tampando a marca da Arena MRV. Por conta disso, o Cruzeiro decidiu realizar a coletiva sem o sistema de som do estádio do Atlético-MG.

Antes da ‘treta' da bandeira celeste, os profissionais do estádio testaram o sistema de som, que funcionou normalmente. Ou seja, o Galo teve uma reação à ‘cutucada' da Raposa.

Fato é que a história repercutiu entre os torcedores celestes nas redes sociais. Os internautas tiraram sarro da ‘birra' do Atlético-MG após o ato de coragem do Cruzeiro mesmo estando em território rival.

Matheus CristianiniMatheus Cristianini

Jornalista de 23 anos formado pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). Passagens por Rádio Unesp FM, Antenados no Futebol e Bolavip Brasil. Apaixonado por tudo o que envolve o futebol. Tanto dentro, quanto fora das quatro linhas.