Em jogo inusitado, Atlético-MG e Cruzeiro empatam

Clássico foi intenso,sobretudo no segundo tempo, com 2 pênaltis e 2 expulsões. Com o empate, o Cruzeiro assumiu a liderança do campeonato, enquanto o Galo fica na terceira posição

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

Em um clássico com muitas situações inusitadas, o primeiro duelo do ano entre Cruzeiro x Atlético-MG, foi definitivamente, marcante. 2 pênaltis e uma expulsão para cada lado demonstram bem o que foi o clássico mineiro.

Mano Menezes escalou a raposa com: Fábio no gol, Edílson, Dedé, Léo e Egídio na defesa;Henrique, Lucas Silva,Robinho, Thiago Neves e Rafinha no meio campo; Fred no comando de ataque.

O Atlético-MG entrou em campo com: Victor no gol, Fábio Santos, Igor Rabello, Iago Maidana e Patric na defesa; Adilson, Elias, Luan e Cazares no meio campo; Chará e Ricardo Oliveira no ataque.

PRIMEIRO TEMPO

A primeira grande chance do jogo foi do Galo. Elias quase conseguiu finalizar após cruzamento de Cazares, mas Fábio conseguiu fazer a defesa. O jogo muito estudado das duas equipes fez com que a partida não tivesse muita emoção no início. Aos 18 minutos, Thiago Neves tentou finalização e Igor Rabello conseguiu travar o chute do camisa 10 da raposa. Aos 23, Chará recebeu após cabeçada de Luan, e tentou finalização, porém sem ângulo, a bola passou por cima. 3 minutos depois, Thiago Neves cabeceou após cruzamento de Egídio, exigindo bela defesa de Victor. Aos 34, Ricardo Oliveira chutou após dividida, mas a bola subiu demais.

Clássico foi muito intenso na segunda etapa. (Foto: Torcedores.com)Clássico foi muito intenso na segunda etapa. (Foto: Torcedores.com)

SEGUNDO TEMPO

Na segunda etapa, o início foi bem lento, sem muita iniciativa de ambas as equipes. Aos 9 minutos, um fato inusitado: O árbitro da partida se lesionou e precisou de atendimento médico. Aos 12, a primeira grande chance: Igor Rabello derrubou Fred dentro da área. Na cobrança, o camisa 9 da raposa bateu com força e abriu o placar no Mineirão. Aos 22 minutos, resposta do Galo. Cazares cobra falta por cima do gol de Fábio. Aos 25, Rafinha fez bela jogada individual, e bateu na trave, quase aumentando a vantagem. Com 34 minutos, Dedé falha e comete pênalti em Chará. Fábio Santos bate no meio do gol, empatando o jogo. 4 minutos depois, Cazares exigiu grande defesa de Fábio após chute forte. Com a lesão e substituição do árbitro, 12 minutos de acréscimo foram necessários. Aos 48, Adilson foi expulso pelo segundo amarelo após falta em Henrique.

Com o empate, o Cruzeiro permanece lider do Campeonato Mineiro, com 7 pontos. O Galo subiu para a terceira colocação, com 4 pontos. Na próxima rodada, o Cruzeiro enfrenta o Boa Esporte Clube, e o Atlético-MG encara a URT. 

 

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal