Goleiras de diferentes tamanhos na Europa League; isso é possível? Segundo os goleiros do Tottenham sim!

O técnico José Mourinho - do time inglês acima citado antes do confronto diante do Shkendija - pela Europa League, foi alertado por seus goleiros de que as goleiras tinham tamanhos diferentes, assim, o português foi ao gramado da Arena Tose Proeski, na Esópia, na Macedônia, para averiguar e para sua surpresa percebeu realmente que o gol estava menor.

Irritado, Mourinho reclamou com os representantes da UEFA que estavam presentes na Arena. Então o delegado da partida foi checar e realmente percebeu que os dois gols estavam alguns centímetros mais baixos do que o permitido - 2,44 metros e assim as goleiras foram ajustadas.

"Achei que eu tinha crescido. Foi aí que percebi que o gol estava 5 centímetros mais baixo", declarou o técnico do Tottenham em suas redes sociais.

De acordo com a "BBC", o clube mandante da partida como "desculpas" alegou que a arena em questão não é onde geralmente mandam seus jogos, se eximindo da culpa. O clube que encarou o Tottenham é de outra cidade - Tetovo, mas sua arena não preenche os requisitos para receber uma partida pelas competições organizadas pela UEFA.

Após o confronto e a vitória do Tottenham pelo placar de 3 a 1, Mourinho em entrevista comentou sobre o episódio, dizendo o seguinte:

"Os goleiros ficam horas e horas no gol, então eles sabem quando uma goleira não está no tamanho certo. Eu não sou goleiro, mas acompanho futebol desde garoto e sei quando parei lá, estiquei meus braços e sei a distância. Senti que algo estava errado imediatamente", destacou o português.

Com a vitória nesta fase da competição continental, o Tottenham agora avança para encarar o Maccabi Haifa - de Israel, nos playoffs da Europa League, na próxima quarta-feira, em Londres. Quem vencer esse confronto avançará para a fase de grupos do torneio em questão. Antes desse jogo, o Tottenham volta a disputar a Premier League, no domingo, onde enfrenta o Newcastle, em casa, às 10h (de Brasília).