De frente para o Juiz; Jerome Valcke - ex-secretário geral da FIFA e Nasser Al-Khelaifi - presidente do grupo de mídia do Catar BeIN Sports e dono do PSG, tiveram seus julgamentos referentes a concessão dos direitos televisivos da Copa do Mundo e da Copa das Confederações iniciados nesta segunda-feira, na Suíça.

O ex-secretário-geral da FIFA é acusado de aceitar suborno, má gestão criminal agravada e falsificação de documentos; já Al-Khelaifi é acusado de incitar Valcke a cometer má gestão criminal agravada. Lembrando que esse primeiro já foi banido do comitê de ética da FIFA há 10 anos por violações de ética.

Ambos os acusados compareceram ao tribunal suíço nesta manhã de segunda-feira, onde negaram tais delitos. Os advogados de Al-Khelaifi dizem que a maioria dos casos não se aplica ao seu cliente.

Salientamos que o julgamento que está sendo realizado na Suíça - local onde também fica localizada a sede da FIFA, deverá durar até 25 de setembro, porém, o veredicto final deverá ser dado pelos três juízes que comandam a causa somente no final do próximo mês.

Imagem: Yahoo Sports.