Em uma reunião realizada nesta última terça-feira entre a Prefeitura do Rio de Janeiro e a Federação de Futebol do Rio - FERJ serviu para dar o ponta pé inicial nas conversas sobre uma possível volta dos torcedores aos estádios, embora essa discussão seja ainda muito prematura, isso poderá vir a ocorrer ainda no final deste mês.

De acordo com pessoas que estiveram presentes nesta reunião e não tiveram seus nomes divulgados, a ideia é de que o Maracanã possa receber até 30% de sua capacidade nesta primeira etapa. Se antes da pandemia o estádio em questão abrigava cerca de 68 mil espectadores, a ideia para um possível retorno destes aos jogos de futebol seja de até no máximo 20 mil torcedores, no entanto, conforme reuniões preliminares ainda em junho deste ano, a Vigilância Sanitária trabalhava com um número menor - com cerca de 12 mil espectadores - o que dá um terço do público dentro do Maracanã.

Porém, esse número inicial poderá ser menor ainda, aonde em uma reunião com o prefeito do Rio de Janeiro e o Comitê Científico da cidade, chegou a ser falado em cerca de 10 mil torcedores em uma possível volta desses aos estádios.

Lembramos que essa foi uma primeira reunião para debater sobre o assunto, onde em uma nova ocasião outros órgãos deverão ser convidados a participar - entre eles representantes da Confederação Brasileira de Futebol - CBF, Guarda Municipal, Polícia Militar e a Cet-Rio.

Ao mesmo tempo que essa ideia toma "corpo", os administradores do Maracanã passarão a avaliar as adaptações e medidas que precisarão ser tomadas para criar uma ambiente de afastamento social e com isso o estádio esteja apto a receber seu público.

Lembrando sempre que essa ideia será válida para os jogos dos campeonatos nacionais - Copa do Brasil e Brasileirão, visto que a Conmebol já anunciou que a fase de grupos da Libertadores será com portões fechados.