Com a CBF definindo o calendário 2020 no futebol, a mesma revelou nesta última quinta-feira que nos próximos dias poderá trazer maiores informações com relação aos contratos de jogadores que terão seus vínculos encerrados no final deste ano e que correm o risco de ter que deixar suas equipes em meio à disputa do torneio nacional, seguindo a configuração atual.

Com esse problema a ser esclarecido ou até mesmo resolvido, os clubes nacionais aguardam por uma definição da entidade quanto à possibilidade de ocorrer à extensão automática desses contratos até o final de cada competição.

A informação que trazemos até aqui para nossos leitores, foi primeiramente publicada pelo site "UOL Esportes" e de acordo com o mesmo, a situação está sendo analisada pela entidade máxima do futebol brasileiro em seus bastidores e segundo essas, há indícios de que a prorrogação destes contratos será feito de forma automática, assim sendo, os vínculos que encerrariam em dezembro, passarão a ter validade por mais dois meses, ou seja, até o final de fevereiro de 2021. Da mesma forma que fora realizado no futebol do "Velho Continente".

Outro ponto que está sendo analisado pela CBF, é a abertura da janela de transferências e segundo a reportagem do portal acima citado, deverá ser abertas mais para frente, estendendo elas por um prazo maior. A entidade inclusive já teria comunicado os clubes interessados. Porém, esses aguardam por uma resposta definitiva.

Os clubes segundo o "UOL Esporte", estariam pressionando a CBF para resolver de uma vez essas duas questões, para que assim não sejam prejudicados lá na frente, quando realmente as competições nacionais invadirem o calendário 2021.

Vale ressaltar que a CBF definiu a estreia do Brasileirão Série A - para o dia 09 de agosto e seu término para até 24 de fevereiro de 2021. O formato da competição foi mantida a mesma, em turno e returno e com suas 38 rodadas em pontos corridos. Já a Copa do Brasil deverá ser retomada em 26 de agosto, se estendendo até 10 de fevereiro.