As férias dos clubes gaúchos deverão ser estendidas por mais 10 dias e com isso não deverão ser encerradas dentro de uma semana, como eram previstas. Pelo menos esse o pedido feito pela Federação Gaúcha de Futebol aos clubes do Gauchão, que estão em férias neste período de quarentena por causa do Coronavírus.

Lembrando que uma reunião entre a Comissão Nacional de Clubes, CBF e aproximadamente 20 representantes de clubes nacionais deverá ocorrer nesta terça-feira, através de uma videoconferência para tratar assuntos relevantes ao futebol brasileiro, onde indicarão a ampliação do período de férias por mais 10 dias em necessidade da manutenção do isolamento social por conta do Coronavírus.

Hocsman - presidente da FGF.
Hocsman - presidente da FGF.

Dos clubes que disputam o Campeonato Gaúcho, cinco deles apenas estão em período de férias: Brasil de Pelotas, Grêmio, Inter, Juventude e São José - os outros sete que disputam a elite do estadual, estão com suas atividades suspensas, sendo que alguns desses, já liberaram seus jogadores.

Em nome de seu presidente - Hocsman, a Federação Gaúcha de Futebol entende que será necessária uma "pré-temporada" entre 10 a 15 dias para retomar os jogos do Campeonato Gaúcho. Assim sendo, mesmo com os clubes voltando apenas no dia 1º de maio ou no dia 2 do mesmo mês, a competição em questão não deverá voltar antes da metade do mês.

O presidente da FGF também prevê que as primeiras partidas na retomada do estadual devam ser com portões fechados e com restrições de pessoas presentes nos estádios, como profissionais de imprensa e jogadores no banco de reservas.