A pandemia do novo Coronavírus segue causando efeitos no contexto mundial, sobretudo no esporte. Nesta terça-feira, a UEFA e a CONMEBOL decidiram que as suas competições (Eurocopa e Copa América) serão adiadas para 2021. Ambas as competições estavam marcadas para a metade deste ano.

A confederação europeia tomou a decisão de mudar a data do torneio entre seleções, que seria realizado entre 12 de junho e 12 de julho deste ano, para abrir espaço no calendário para a conclusão das ligas nacionais e outros torneios entre clubes, fechando a temporada 2019/20. O torneio teria sido remarcado para 11 de junho a 11 de julho do ano que vem.

No caso da Eurocopa,o adiamento foi confirmado pelos principais veículos de comunicação da Europa (Sky Sports, L´Equipé e REUTERS), com base em informações vindas das federações de futebol da Noruega e da Suécia. O anúncio oficial da entidade deve acontecer nas próximas horas.

Copa América e Eurocopa foram adiadas para o ano de 2021.
Copa América e Eurocopa foram adiadas para o ano de 2021.

A competição já tinha 20 dos 24 participantes definidos e grupos sorteados. Restava apenas a realização da repescagem para o apontamento dos últimos quatro classificados - estes jogos aconteceriam neste mês de março. A Uefa também deve anunciar a nova data para estas partidas. O adiamento da competição foi algo pedido pelos clubes e seleções nacionais.

Na América do Sul, a CONMEBOL optou por também adiar a Copa América. A medida foi uma consequência após a entidade máxima do futebol sul-americano suspender as competições de clubes do continente, como a Copa Libertadores da América e da Copa Sul-Americana.

O adiamento da Eurocopa e da Copa América para o ano que vem deve mudar os planos da Fifa com relação ao novo Mundial de Clubes, que seria realizado no meio de 2021, na China. A entidade máxima do futebol também não se manifestou, ainda, sobre as mudanças no calendário de torneios de seleções.