Na decisão de 180 minutos, Flamengo sai em desvantagem na Sul-Americana

Após perder a primeira partida da decisão da Copa Sul-Americana, elenco do Flamengo ganha folga e volta a treinar na sexta-feira.

Por
Compartilhe

Mesmo com a derrota por 2 a 1 na Argentina, o Flamengo que desembarcou no Aeroporto Internacional do Galeão nesta quinta-feira por volta das 7h, está confiante em uma virada no estádio Maracanã, na próxima quarta-feira, quando as 21h45 decidirá com o Independiente a grande final da Copa Sul-Americana.

No jogo da volta o Rubro-Negro Carioca precisará vencer a partida por dois gols de vantagem para levantar a taça de campeão, em caso de uma vitória por um gol de diferença, a partida será decidida na prorrogação, persistindo o mesmo resultado, a decisão será resolvida nas cobranças de penalidade.

Ainda nas dependências do Aeroporto, o zagueiro Réver declarou que a competição está em aberta e que o Flamengo segue vivo.

Réver, autor do gol do Flamengo na final da Copa Sul-Americana.Réver, autor do gol do Flamengo na final da Copa Sul-Americana.

“Está tudo em aberto. Obviamente que a derrota gerou uma frustração, especialmente por termos saído na frente do placar e termos sofrido a virada. Poderíamos ter feito mais gols, mas não conseguimos e perdemos. Estamos vivos. Na quarta, sabemos que a torcida irá comparecer e irá apoiar. Contamos com isso para conquistarmos o título”, declarou ele.

Na primeira partida da final da Copa Sul-Americana, realizada na Argentina, o time da casa saiu na frente na decisão de 180 minutos. Réver abriu o placar para o Flamengo, logo no início da partida, mas a partir daí o Independiente começou a pressionar e o mengão não conseguiu segurar o resultado, que daria tranquilidade no jogo da volta. Os gols do Independiente foram marcados por Maximiliano Meza e Campaña.

 

Comentários