Tido por muitos como o maior ídolo da história do Boca Juniors ao lado de Maradona, a lenda Riquelme pode voltar ao clube. Desta vez, o ex-camisa 10 do time argentino pode voltar como vice-presidente do clube na chapa do candidato Christian Gribaudo, nome da situação da equipe da Bombonera.

Segundo o jornal argentino Olé, Riquelme gostaria de participar ativamente do futebol do Boca Juniors. Nicolás Burdisso, que foi seu companheiro por alguns anos dentro de campo, já é dirigente do clube e teria surgido dele a ideia de reeditar a parceria no departamento de futebol do clube. O Olé ainda afirma que o ex-meia ouviu propostas de outros candidatos à presidência, mas optou por fechar com a chapa da situação.

Aposentado desde janeiro de 2015, Riquelme reencontrará a torcida do Boca Juniors pela última vez dentro dos gramados. Isso porque o craque realizará seu jogo de despedida no dia 12 de dezembro. Riquelme é sem dúvidas, o maior nome da história recente do Boca Juniors. Contando as suas duas passagens pelo clube, soma 419 partidas, tendo 164 gols. Conquistou 6 títulos argentinos, 3 vezes a Copa Libertadores da América, 1 Copa Intercontinental, 1 Recopa Sul-Americana e 1 Copa Argentina.

As eleições do Boca Juniors estão sendo "estreladas". Isso porque, no lado da situação, a presença de Riquelme está garantida em caso de vitória. Já no outro lado, da oposição, a chapa prometeu as contratações do atacante peruano Paolo Guerrero, do meia Felipe Melo, e também especulou as contratações dos técnicos brasileiros Luiz Felipe Scolari e Renato Portaluppi.