Aubameyang responde a provocação de CEO de seu ex-clube - o Borussia Dortmund

O clima entre as partes esquentou quando nesta última quarta-feira, o CEO do clube alemão, em entrevista ao jornal do país – Süddeutsche Zeitung ironizou o fato dos Gunners não estarem na disputa da Champions League.

Por Müller
Compartilhe

Ex-jogador chama CEO do Borussia Dortmund de "palhaço". Estamos falando de Pierre-Emerick Aubameyang, que hoje defende as cores do Arsenal.

O ex-jogador do clube alemão utilizou uma de suas redes sociais para disparar contra Hans-Joachim Watzke - CEO do Borussia Dortmund, nesta quinta-feira, depois de ser provocado.

Aubameiyang x Watzke.
Aubameiyang x Watzke.

O clima entre as partes esquentou quando nesta última quarta-feira, o CEO do clube alemão, em entrevista ao jornal do país - Süddeutsche Zeitung ironizou o fato dos Gunners não estarem na disputa da Champions League.

"Aubameyang, que está muito bem no Arsenal, provavelmente está feliz quando olha sua conta bancária, mas, na quarta-feira, tem que assistir a Champions League pela televisão, e certamente isso irá lhe deixar triste", declarou Joachim Watzke.

Sem meias palavras, o atacante tratou de responder a provocação, trazendo questões de bastidores do seu ex-clube, nesta quinta-feira através de sua conta no Twitter.

"Melhor para você que eu nunca fala sobre o porquê de ter deixado o Borussia Dortmund, senhor Watzke. Você é um palhaço. Eu me lembro da vez que você disse que nunca iríamos vender Ousmane Dembélé, então quando você viu mais de 100 milhões de euros, foi o primeiro a pegar aquele dinheiro. Não fale sobre dinheiro, por favor. Me deixe em paz, por favor", respondeu o atacante.

Aubameyang foi vendido ao Arsenal no começo de 2018, por 63,75 milhões de euros - algo próximo a R$ 288 milhões na cotação atual.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal