Atlético-MG pode seguir "padrão" dos últimos anos e demitir Rodrigo Santana

Com a derrota para o Vasco na última rodada do Brasileirão, o técnico do Atlético-MG vive momento de instabilidade no cargo e pode ser demitido.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

A derrota de virada por 2 a 1 para o Vasco da Gama na última quarta-feira fez com que o clima de crise se evidenciasse ainda mais. Além dos resultados estarem indo de mal a pior, com apenas 1 vitória nos últimos 7 jogos no Campeonato Brasileiro, o time mineiro está sendo duramente criticado pela torcida e pela imprensa pelo fraco desempenho.

Como se tudo isso não bastasse, o Atlético-MG ainda pode ficar sem técnico. Pelo menos o histórico do clube mineiro nas últimas temporadas aponta que esta hipótese é bastante considerável. E a tendência é que seja de muito trabalho mesmo, já que o "padrão Galo" para trocar seus treinadores é sempre no dia seguinte após o tropeço mais importante. De 2014 para cá, dos nove técnicos do clube, cinco saíram após um jogo ruim.

Rodrigo Santana vive momento de instabilidade no Atlético-MG. (Foto:Divulgação)Rodrigo Santana vive momento de instabilidade no Atlético-MG. (Foto:Divulgação)

Os últimos 8 técnicos do clube mineiro foram demitidos justamente no dia seguinte após as suas respectivas derrotas. Desde Paulo Autuori, em 2014, até Levir Culpi, que foi demitido após a goleada de 4 a 1 sofrida ao Cerro Porteño, na fase de grupos da Libertadores, o Galo adotou uma espécie de "padrão" tratado para os treinadores.

Com isso, a desconfiança sobre a permanência de Rodrigo Santana só cresce. Ainda de acordo com alguns meios de imprensa de Minas Gerais, a diretoria atleticana já estuda possíveis nomes para substituir o técnico. O principal nome para substituí-lo seria Cuca, que está desempregado desde que foi demitido do São Paulo, há cerca de uma semana. O clube ainda não se manifestou oficialmente sobre a atual situação do clube e do técnico Rodrigo Santana.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal