Rooney diz que sua geração poderia ter vencido tudo se Guardiola tivesse comandado a Inglaterra

Aos 33 anos, o jogador que foi revelado pelo Everton ainda está em atividade, no futebol norte-americano, onde defende o DC United na MLS – a principal liga dos Estados Unidos.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Em um podcast, Wayne Rooney fez um comentário em relação à seleção inglesa, que tem como grande destaque a Copa do Mundo de 1966 - o único em sua história e por esse motivo o ex-ídolo da seleção de seu país que não teve essa sorte de conseguir levantar uma Copa do Mundo, declarou que o roteiro de sua geração poderia ter sido escrito de outra forma se Pep Guardiola tivesse comandado a denominada "Geração de Ouro", que além de Rooney, contou também com nomes como: Beckham e Gerrard, em boa parte dos anos 2000.

Rooney e Guardiola.

Rooney e Pep Guardiola - na Premier League, quando o atacante ainda defendia o Everton.

Ainda nesta mesma publicação, o atacante afirmou que aquela seleção teria vencido todos os torneios que disputou se o técnico espanhol estivesse no comando. Rooney que é o maior artilheiro da história da seleção de seu país, com 53 gols, também elogiou o trabalho que vem sendo realizado por Gareth Southgate a frente da Seleção da Inglaterra nos tempos de hoje.

"Você olha para o nosso time há 10 anos e, sem duvidas, tínhamos o melhor elenco do futebol mundial. Rio Ferdinand, John Terry, Ashley Cole, Gerrard, Scholes, Lampard, Beckham, eu e Michael Owen. Se Guardiola tivesses com esse grupo de jogadores, teríamos vencido tudo, sem dúvidas", destacou ele.

Rooney que disputou as Eurocopas de 2004 a 2012 e as Copas do Mundo de 2006, 2010 e 2014, viu sua seleção não conseguir se quer passar das quartas de final nesses torneios. Aos 33 anos, o jogador que foi revelado pelo Everton ainda está em atividade, no futebol norte-americano, onde defende o DC United na MLS - a principal liga dos Estados Unidos.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal