Por calote ao Flamengo, o Al Nassr não pode disputar a Champions da Ásia

Por falta de pagamento ao Flamengo, o Al Nassr, da Árabia Saudita pode ficar de fora da Champions da Ásia.

Por
Compartilhe

O Flamengo ainda espera o dinheiro da venda de Hernane Brocador ao Al Nassr, da Árabia Saudita – a transação foi realizada em 2014 e o time árabe tinha como prazo estipulado pela FIFA para efetuar o pagamento até o dia 28 de setembro; nada ainda foi depositado até então. Com isso, o Al Nassr não conseguiu a licença para disputar a Champions da Ásia.

Hernane na época de Flamengo.Hernane na época de Flamengo.

De acordo com a imprensa local, o clube carioca espera que o time árabe deposite os três milhões de euros referente a duas parcelas da venda do atacante. Além deste valor, o Flamengo passou agora a exigir uma terceira, no valor de dois milhões de euros. A diretoria do Rubro-Negro está confiante com o recebimento deste valor. O vice-presidente jurídico do clube, Flávio Willeman, chegou a prestar um esclarecimento sobre o caso há algumas semanas através nota oficial no site do clube.

“O Flamengo segue confiante no recebimento dos valores que lhe são devidos, conforme proferida pelo CAS”, declarou o vice-presidente jurídico em nota.

O referido caso já se arrasta por três anos, mas parece que agora o clube árabe está começando a sofre as consequências da FIFA.

Comentários