Nasser Al-Khelaifi é investigado por suspeita de corrupção, entenda

O dono do PSG está sendo investigado pela justiça por suspeita de ter sido o responsável por compra de votos para assim garantir o Qatar como favorito a sediar o Mundial de Atletismo em 2017.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Novamente sob suspeita! Falamos aqui do todo poderoso dono do Paris Saint-Germain - o egípcio Nasser Al-Khelaifi, que desta vez é investigado por suspeita de corrupção.

Em Paris, na França, o dono do Paris Saint-Germain está sendo investigado pela justiça por suspeita de ter sido o responsável por compra de votos para assim garantir o Qatar como favorito a sediar o Mundial de Atletismo em 2017.

Nasser Al-Khelaifi - de grafa - presidente do Paris Saint-Germain e suspeito de ter subornado pessoa importante ligada aos jogos.Nasser Al-Khelaifi (de gravata) presidente do Paris Saint-Germain e suspeito de ter subornado pessoa importante ligada ao Mundial de Atletismo.

 O responsável por levar Neymar para o clube francês teria "subornado" os responsáveis pela escolha dos jogos, no entanto, o mesmo acabou sendo realizado em Londres - nesse caso a justiça acredita que Nasser Al-Khelaifi teria autorizado uma transferência milionária para comprar votos. Mas a suspeita é de que o valor de cerca de US$ 3,5 milhões, teria parado nas mãos de Lamine Diack - o ex-presidente da Federação Internacional de Atletismo e um dos homens mais influentes nos bastidores do esporte mundial até a sua queda, ao qual também foi envolvido por corrupção.

As chegadas de Neymar e Mbappé no Paris Saint-Germain foram alvo de investigações sob os valores pagos nessas negociações.As chegadas de Neymar e Mbappé no Paris Saint-Germain foram alvo de investigações sob os valores pagos nessas negociações.

 Vale lembrar que essa não é a primeira vez que o dono do clube francês é acusado de algo deste gênero, quando o mesmo também já foi acusado por ter pago valor extras aos representantes de Neymar quando esse foi adquirido junto ao Barcelona e também tem suspeita de irregularidades na aquisição de Mbappé, quase na mesma época. Algo que até agora não foi comprovado oficialmente.

 

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal