Paolo Guerrero tem novo recurso negado pelo Tribunal de Justiça da Suíça

Mesmo tendo seu recurso negado pelo "tribunal" em questão, nada muda em relação a sua atual pena, onde o atacante deverá retornar as gramados somente a partir do dia 5 de abril.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Mais uma derrota! É isso mesmo, Paolo Guerrero que aguardava a resposta de um novo recurso na Suíça recebeu nesta manhã de quinta-feira a negativa por parte do "Tribunal Federal da Suíça" para poder retornar de imediato aos gramados; mesmo com a negativa vinda do país europeu, Guerrero poderá voltar a jogar em abril.

Em um dos prováveis últimos capítulos da novela "Paolo Guerrero - doping", o atacante peruano não conseguiu ter seu recurso para a sua absolvição por o uso de substâncias proibidas aceito pelo "Tribunal da Suíça", que em nota divulgou que o jogador teve seu pedido rejeitado.

De acordo com a nota, Guerrero precisará ainda arcar com os custos do processo, com isso terá que pagar uma multa de US$ 15 mil e cumprir com sua pena até o dia 5 de abril.

Atacante com essa nova recusa do Atacante com essa nova recusa do "Tribunal Suíço" só poderá estrear pelo Inter no mês de abril.

Entenda o caso:

Em setembro do ano passado, os advogados do atacante Paulo Guerrero entraram com um recurso para tentar a anulação da punição por doping, o que foi negado. No mês seguinte, o corpo jurídico do atacante ingressou junto ao Tribunal Federal Suíço, com um novo recurso, que agora teve novamente seu pedido negado e assim o peruano terá que cumprir com sua pena até abril.

Com retorno permitido pelo TAS e pela FIFA no último mês, Guerrero já treina junto com seus companheiros de Internacional, porém, não é a ele permitido vestir a camisa do clube e entrar em campo em uma partida oficial, podendo sim disputar "jogos-treinos" e seguir com sua preparação para a sua volta aos gramados no começo do próximo mês, onde o atacante já está inscrito para a disputa da Libertadores pelo Colorado, devendo estrear justo contra o seu time do coração (Alianza de Lima) e em seu país de origem.

 

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal