Marco Polo Del Nero é banido do futebol pela FIFA

Em relação à decisão tomada pela FIFA de banir o cartola do futebol, a CBF ainda não se manifestou a respeito.

Por
Compartilhe

A FIFA comunicou nesta sexta-feira que o ex-presidente da CBF, Marco Polo Del Nero está banido do futebol para sempre. Essa é a primeira vez na história do futebol que um presidente da CBF é punido com uma medida extrema por parte da “entidade máxima do futebol”.

De acordo com o comunicado da FIFA, a Câmara de Arbitragem do Comitê de Ética considerou o ex-presidente da CBF culpado pelas acusações de suborno e corrupção, ao aceitar e oferecer presentes e outros benefícios em seu interesse. Além da pena, Del Nero também terá que pagar uma multa de R$ 3,5 milhões.

Afastado desde o final do ano passado do cargo, Marco Polo Del Nero é acusado de corrupção pela justiça dos Estados Unidos, sendo denunciado por participar de um esquema de recebimento de propina com cartolas da América do Sul, na venda de direitos de torneios no continente e no país.

Del Nero que era homem de confiança de José Maria Marin, outro ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol; viu seu parceiro ser preso em maio de 2015, na Suiça, após uma operação do FBI durante uma reunião da FIFA. Em dezembro de 2017 Marin ainda foi condenado por organização criminosa, fraude financeira e lavagem de dinheiro nos Estados Unidos.

Desde a prisão de Marin, Marco Polo Del Nero jamais deixou o país, visto que poderia ser preso a qualquer momento, uma vez que é acusado por promotores norte-americanos dos mesmos crimes de seu amigo próximo. Del Nero nega qualquer acusação a respeito.

Para os advogados do ex-presidente da CBF, a decisão da FIFA foi ridícula e irão recorrer da decisão na Corte Arbitral do Esporte – CAS, com sede na Suíça. Vale ressaltar que a “corte” é um órgão independente das entidades de administração.

Ex-presidente da CBF - Marco Polo Del Nero.Ex-presidente da CBF - Marco Polo Del Nero.

Comentários