Com enorme presença de torcedores e fãs de Maradona ao lado de fora da Casa Rosada, em Buenos Aires, na sede do governo federal; o velório do ídolo argentino teve início exatamente às 6h (de Brasília) desta quinta-feira, quando esse foi aberto ao público, com um pequeno tumulto logo resolvido na parte externa. O mesmo seguirá no local até as 16h.

Entre os organizadores, é esperada a presença de 1 milhão de pessoas no local para a despedida do maior ídolo do futebol argentino, que deixou esse planeta nesta última quarta-feira, após sofrer uma parada cardiorrespiratória.

Antes da abertura da porta da sede do governo federal para a despedida de Maradona, dezenas de milhares de pessoas passaram a noite em vigília na Praça de Maio - a frente da Casa Rosada, com direito a cânticos em homenagem ao ídolo eterno.

Comunicado da morte de Maradona e comoção

Desde os primeiros instantes do anúncio do falecimento de Maradona, muitas manifestações ocorreram ao redor do planeta, onde na Argentina foi decretado luto oficial de três dias, sendo inclusive pedido pelo governo federal e pela direção do Boca Juniors, o adiamento da partida contra o Inter, pelas oitavas de final da Libertadores - prontamente atendido pela Conmebol, que remarcou essa partida para o dia 02 de dezembro, na próxima quarta-feira, às 21h30, no Beira-Rio.

Maradona faleceu aos 60 anos de idade, por conta de uma parada cardiorrespiratória, por volta das 13h desta última quarta-feira, 25 de novembro de 2020.