Marrony vê Cano no Fluminense e se anima

Na última quinta-feira (7), o Fluminense anunciou Marrony como novo reforçou. A saber, o contrato vai até julho de 2023, Em entrevista à “FluTV”, canal oficial do clube no YouTube, o atacante de 23 anos, que chega por empréstimo do Midtjylland, da Dinamarca, afirmou que chega ao clube em busca do reencontro com a felicidade. Porém, para isso dar certo, o jogador reencontrou um velho conhecido, o atacante Cano.

“Joguei uns dois meses com o Cano, não tive tanto contato, mas ali eu já vi que ele sabia fazer gol. Vou ter oportunidade de estar com ele de novo em campo, a gente pode dar muito certo. Quem sabe aí a gente não pode terminar o ano com muitos gols?”

Como deve jogar Marrony?

Marrony pode ser uma espécie de segundo atacante ao lado de Cano no ataque tricolor, que deu certo na época do Vasco em 2020. Os dois jogaram apenas 11 partidas juntos até agora, pois em junho de 2020 o time vascaíno vendeu o jovem para o Atlético-MG. Porém, nesses 11 jogos da dupla, foram quatro vitórias, cinco empates e duas derrotas. E o argentino marcou cinco gols nesses confrontos.

Marrony foi um pedido do próprio técnico Fernando Diniz e chega por empréstimo junto ao Midtjylland, da Dinamarca, por 400 mil euros (cerca deR$ 2,2 milhões). O pagamento vai ser de forma parcelada e com uma opção de compra de 4,5 milhões de euros (cerca de R$ 24,8 milhões). O jovem atacante já participou do treino com os novos companheiros no CT Carlos Castilho.

“Até o momento, não caiu a ficha ainda. Fui para a Dinamarca para jogar, realizar um sonho, mas não aconteceram muitas coisas lá, então hoje eu volto, mas estou muito feliz por voltar para o Rio, perto de casa. Tem tudo para eu ser muito feliz e fazer a torcida muito feliz. Chego vendo que o time está em uma evolução muito boa, jogando bonito. Chego muito feliz e, se Deus quiser, para conquistar mais títulos.”

Sonho antigo de Fernando Diniz

Mas o que levou o Fluminense a investir em um jogador que não se firmou na Dinamarca? A resposta tem nome e sobrenome: Fernando Diniz. Apesar de nunca ter trabalhado com Marrony, o técnico já o enfrentou algumas vezes e é admirador do atacante, principalmente pela versatilidade de poder jogar como ponta ou centroavante.

A reportagem também apurou que Diniz já havia tentado contratar Marrony quando estava na frente do São Paulo, entre 2019 e 2020, e no Santos, em 2021. Além disso, o treinador chegou a ligar para o atacante para demonstrar sua confiança e convencê-lo a escolher o Fluminense.

“Ele me ligou, tive contato com ele. Eu pedi ajuda, porque no momento eu preciso muito de ajuda, voltar a ser feliz, a jogar, ter confiança. Ele disse que vai me ajudar, então é uma confinaça que tenho nele, que me ajudou a estar aqui. Contando o tempo para estarmos juntos em campo.”

Leia mais:

Foto destaque: Divulgação/ Marcelo Gonçalves/Fluminense FC

Meu nome é Enzo Pires, tenho 19 anos e sou estudante de jornalismo. Desde que terminei a escola eu tinha certeza que meu futuro seria no esporte.