Com Tite emocionado, delegação desembarca no Rio

Dois dias após a eliminação na Copa do Mundo, a delegação da Seleção Brasileira desembarcou no Rio de Janeiro. A chegada aconteceu pouco depois das 7h (horário de Brasília), muito mais tarde do que o previsto. O horário inicial era às 3h30 (horário de Brasília).

O técnico Tite estava bastante emocionado. De máscara e empurrando o neto em um carrinho de criança, ele não quis falar com a imprensa. No entanto, chegou a parar e falar um “muito obrigado” para as pessoas que estavam aplaudindo a delegação no local.

Tite no desembarque da Seleção
Foto destaque: Reprodução / Bruno Murito

Além do treinador, alguns jogadores também retornaram ao Brasil. Entre eles, foi possível ver Raphinha, Ederson, Everton Ribeiro, Danilo, Weverton e Rodrygo. O restante ficou na Europa. O voo fez uma parada em Londres, após sair de Doha, no Catar.

O meia Everton Ribeiro foi o único que atendeu ao chamado dos jornalistas.

“Não tem muito o que falar, são momentos difíceis, que tenta se confortar com palavras, mas é difícil, foi um baque total. Ainda estamos digerindo isso, essa ferida vai ficar aberta por um bom tempo”, disse o jogador do Flamengo.

Everton Ribeiro no desembarque da Seleção
Foto destaque: Reprodução / GE

“Mas temos que seguir em frente, temos carreiras pela frente, nos nossos clubes. Agora é tentar se recuperar o mais rápido possível. Agora eu tenho as minhas férias, poder curtir com a família e amigos, descansar o corpo, porque foi uma temporada muito puxada. Agora é levantar a cabeça e seguir em frente”, finalizou.

+ Neymar escreve carta aberta para Tite após eliminação da Seleção Brasileira

Tite não continuará no comando da Seleção Brasileira. O novo treinador ainda é um mistério. O presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, disse que decidirá quem será o novo treinador apenas em janeiro. O ciclo para a Copa de 2026 começa em março.

Quem são os cotados para o lugar de Tite?

No mês passado, o vice-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF)Francisco Novelletto Neto, esclareceu sobre a possibilidade do técnico Manchester CityPep Guardiola, assumir o comando da Seleção após à saída de Tite.

Guardiola aceitaria comandar o Brasil, mas os salários são os principais impasses na negociação. O valor comunicado pelo seu empresário para aceitar o convite brasileiro seria de aproximadamente 24 milhões de euros.

E MAIS:

+ Cristiano Ronaldo é homenageado pela FIFA

+ Goleiro é protagonista na classificação da Argentina

+ ‘Pelé brilhante' é destaque no Catar

+ Neymar chega ao Brasil e diz que será difícil conviver com eliminação: “Estávamos tão perto”

+ Árbitros sul-americanos roubam a cena na Copa do Mundo

André Merice André Merice

Quando pequeno, sonhava em ser jogador profissional de futebol. O destino, porém, me reservou outra tarefa. E é claro, não poderia ser sobre outra coisa: é futebol, meu amigo.