Zicou, usou a palavra proibida: Cláudio Caçapa deixa torcida do Botafogo preocupada no Brasileirão

O treinador interino do Glorioso deu uma declaração polêmica em sua coletiva. A torcida do Botafogo se assustou com a fala de Cláudio Caçapa

No último domingo (9), o Botafogo venceu o Grêmio por 2 X 0, fora de casa, pela 14ª rodada do Brasileirão. Com o resultado, o Glorioso disparou na liderança com 36 pontos, 10 a mais que o vice-líder Flamengo.

Não à toa, a torcida alvinegra está confiante no tricampeonato brasileiro. Sem levantar a taça desde 1995, o Botafogo tem 72,7% de chance de ser campeão nesta temporada, segundo dados do Departamento de Matemática da UFMG.

Mesmo assim, o Glorioso leva a probabilidade com cautela, já que não quer gritar vitória antes da hora. Contudo, Cláudio Caçapa acabou utilizando uma palavra proibida, fazendo os torcedores se preocuparem com uma zica.

A zica de Cláudio Caçapa

Cláudio Caçapa assumiu o Botafogo como interino após a saída de Luís Castro, que foi para o Al Nassr, time de Cristiano Ronaldo na Arábia Saudita. A gestão de John Textor não perdeu muito tempo no mercado e acertou a contratação de Bruno Lage.

O português já foi anunciado e deve comandar o Glorioso no restante do ano. Em meio a esse cenário, Cláudio Caçapa não deixou a peteca cair e conseguiu uma importante vitória contra o Grêmio, um dos adversários direto pelo título da Série A.

Contudo, o treinador interino acabou viralizando nas redes sociais por conta de uma declaração polêmica em sua entrevista coletiva. Cláudio Caçapa rechaçou que a liderança do Botafogo seja um mero acaso e usou um termo conhecido por ‘zicar’ um rival:

“O Botafogo está no caminho certo. Ainda faltam muitas rodadas, mas está no caminho certo. Se continuar dessa forma o trabalho, o grupo, os jogadores se fecharem, como eles estão fechados junto do staff todo, com a torcida, é lógico que temos que começar a pensar em título”.

“Nós vamos brigar lá em cima, isso é certo, mas em título ainda é cedo para falar em ser campeão, mas já tá dando um cheirinho, sim”.

Vale lembrar que a expressão foi utilizada pelo Flamengo em 2016, quando também chegou a liderar o Brasileiro por algumas rodadas. Para provocar os rivais, o Rubro-Negro dizia que já sentia o “cheirinho de hepta”.

Entretanto, o cheirinho acabou trazendo azar para o Flamengo. O Rubro-Negro acabou perdendo o título para o Palmeiras e virou motivo de chacota nacional. Com isso em mente, os torcedores do Botafogo esperam que a fala de Cláudio Caçapa também não traga má sorte em 2023.

Matheus CristianiniMatheus Cristianini

Jornalista de 23 anos formado pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). Passagens por Rádio Unesp FM, Antenados no Futebol e Bolavip Brasil. Apaixonado por tudo o que envolve o futebol. Tanto dentro, quanto fora das quatro linhas.