SAF no Corinthians: Duílio Monteiro Alves fez revelação surpreendente sobre propostas

O Timão vive um momento de crise em seus bastidores. Com isso em mente, o presidente respondeu se a SAF no Corinthians vai sair do papel

No último sábado (8), o Corinthians venceu o Atlético-MG por 1 X 0, fora de casa, pela 14ª rodada do Brasileirão. Com o resultado, o Timão ficou na 15ª colocação com 15 pontos, se distanciando da zona de rebaixamento.

Vanderlei Luxemburgo espera afastar o fantasma da Série B e brigar pela parte de cima da tabela. Além disso, o Corinthians está na disputa pelos títulos da Copa do Brasil e da Sul-Americana.

Fora de campo, o Timão vive um momento conturbado. Isso porque as polêmicas têm reinado no Parque São Jorge. Além da agressão a Luan em um motel, a diretoria tem protagonizado controvérsias.

As dívidas têm prejudicado o planejamento, principalmente na contratação de reforços. Em meio a esse cenário, os rumores de uma SAF no Corinthians ganham força para equilibrar a balança financeira.

Com isso em mente, o presidente do Timão, Duílio Monteiro Alves, fez uma revelação surpreendente sobre propostas para que isso saia do papel.

SAF no Corinthians pode acontecer?

Duílio participou do programa CNN Esportes S/A, da CNN Brasil, no último domingo (9). Entre os temas abordados, a transformação de gestão associativa para Sociedade Anônima do Futebol foi um deles.

A possibilidade de uma SAF no Corinthians foi analisada pelo presidente. Duílio alega que o Timão não tem interesse em tornar isso em realidade no momento. Como justificativa, o mandatário alvinegro se apoiou no trabalho de sua gestão:

“Eu acho que o Corinthians é um time do povo, um time de massa. É o time do seu torcedor. Com o trabalho que vem sendo feito, não precisa de uma SAF para que o clube se organize. Trouxemos um aumento de R$ 300 milhões de receita em dois anos”.

“Não vejo necessidade de SAF. Acho que o corintiano não gostaria disso. O conselho e os sócios, também não. Existe o caminho do clube ser uma empresa organizada e administrado como uma empresa, mas não ser uma SAF!”.

Duílio também declarou que costuma receber sondagens de empresas para implementar a SAF no Corinthians. O presidente do Timão revelou de onde são os interessados:

“O Corinthians tem procuras quase que diárias dos maiores fundos de investimentos do mundo, mas não é o caminho. Recebemos propostas do Mundo Árabe. Catar, Arábia Saudita e Dubai (Emirados Árabes)”.

Por fim, o dirigente explicou que não chegou a negociar valores para tornar a SAF no Corinthians uma realidade, mas garante que quer chegar a um acordo com essas empresas pare receber investimentos:

“Sempre existe uma procura de alguns fundos de investimentos. Não me sentei para ouvir números. Mas não é o caminho. A gente busca alternativas de fazer negócios com esses fundos, mas que não seja transformar o clube em SAF. Eu acho que o torcedor não gostaria de ter parte do clube vendido”.
Matheus CristianiniMatheus Cristianini

Jornalista de 23 anos formado pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). Passagens por Rádio Unesp FM, Antenados no Futebol e Bolavip Brasil. Apaixonado por tudo o que envolve o futebol. Tanto dentro, quanto fora das quatro linhas.