Fernando Diniz avalia sua mudança de 2019 a 2022: “Essencialmente não mudei nada”

Na noite desta terça-feira (12), o Fluminense bateu o Cruzeiro, em pleno Mineirão, por 3 a 0, e se classificou para as quartas de final da Copa do Brasil. Decerto, técnico Fernando Diniz parabenizou o desempenho dos seus jogadores. Além disso, o treinador também comentou sobre sua mudança durante 2019 a 2022.

Alguns trechos de Fernando Diniz

“Essencialmente não mudei nada. Tem gente que milita no esporte que tem uma dificuldade de reconhecer o que é bom e o que ganha. Não necessariamente o que ganha é bom. Essencialmente, eu continuo a mesma pessoa. Fui melhorando no que precisava: estudar, respeitar o adversário. Eu sou o cara que mais me cobro. A gente teve falha hoje, teve com o Ceará. O Fluminense é um time gigante. Mas muita gente não sabe diferenciar o time de 2019 para o de hoje. Era um time com meses de salário atrasado. Mas como a gente tem um loucura que vai para torcida, volta para a imprensa. Não tem uma diferença grande no trabalho, mas muita coisa melhora. Em 2019, a gente criava e criava e não vinha o gol. Hoje a gente tem um Cano que precisa de poucos minutos. A gente precisa avaliar o contexto.”

O treinador comentou sobre a arbitragem da partida. Para o treinador, Klaus é o melhor arbitro que tem no Brasil.

“Acho que o Claus é o melhor árbitro do Brasil com o Wilton. Mas é leviano falar algo da arbitragem. Pode ter errado um outro lance, mas é normal. Ele fez um bom jogo.”

Por fim, Fernando Diniz falou como vai utilizar os novos reforços. Decerto, o Fluminense anunciou a contratação de Allan e Marrony.

“Não tenho preocupação. Tanto Marrony como Allan estão chegando, vão ter que se adaptar. Não sou treinador de pedir reforço. O Luis Henrique saiu e é praticamente repor com as mesmas características. O Fred se aposentou, e é muito difícil repor. O Fluminense vai ter que se adaptar.”

Leia mais:

Foto destaque: Divulgação/ Fluminense

Meu nome é Enzo Pires, tenho 19 anos e sou estudante de jornalismo. Desde que terminei a escola eu tinha certeza que meu futuro seria no esporte.