CONCORDA? Comentarista ‘perde a paciência’ e dispara contra Felipão no Atlético-MG

O técnico ainda não convenceu a torcida desde que chegou ao Galo. E um jornalista colocou o trabalho de Felipão no Atlético-MG em xeque

No último sábado (8), o Atlético-MG perdeu para o Corinthians por 1 X 0, no Mineirão, pela 14ª rodada do Brasileirão. Com o resultado, o Galo continuou na metade de baixo da tabela com 20 pontos.

Mais do que isso, o Atlético-MG chegou a seu 6º jogo seguido sem vencer. Cinco dessas partidas foram sob o comando de Felipão, que tem três empates e duas derrotas desde sua chegada ao Galo.

Não à toa, as críticas da torcida têm sido cada vez mais comuns em meio à sequência negativa do Atlético-MG. Até mesmo uma comparação entre o atual treinador e o ex-técnico Eduardo Coudet acabou repercutindo nas redes sociais.

Com isso em mente, um comentarista ‘perdeu a paciência’ e disparou contra Felipão no Galo.

Felipão cobrado

Os resultados desfavoráveis acompanhados de um futebol pouco convincente colocaram o início de trabalho de comandante em xeque no Atlético-MG. Vale lembrar que o técnico estava aposentado desde o final da última temporada.

Em 2022, Felipão dirigiu o Athletico-PR e ficou com o vice da Libertadores. Em seguida, o treinador decidiu migrar para a função de dirigente. Contudo, ele retrocedeu na decisão após o convite do Galo.

Ja o Atlético-MG começou a temporada com Eduardo Coudet, que também chegou a ser contestado pelos torcedores. Entretanto, o estopim para a saída do argentino foram as polêmicas extracampo.

Isso porque Coudet criticou publicamente a diretoria do Galo por “não cumprir o que foi prometido” no momento de sua contratação. O treinador reclamava da falta de contratações e a venda de peças importantes do elenco.

Semanas após um pedido de desculpas de forma pública pelas declarações controversas, Eduardo Coudet entregou o cargo. De lá para cá, Felipão ainda não é unanimidade entre a torcida do Atlético-MG.

O jornalista Léo Figueiredo, da Rádio Itatiaia, não perdoou o veterano e deu sua opinião sincera sobre o novo Galo. Para ele, Felipão tem sido ainda pior que seu antecessor no cargo:

“O Atlético-MG piorou com a mudança de Coudet para Felipão. Piorou dentro do campo. Tinha que mandar o Coudet embora? Tinha. A situação do Coudet era extracampo. Não tinha como. Mas, dentro do campo, o Atlético-MG piorou bastante”.

“O Felipão chegou, o Atlético-MG já mudou o esquema, mudou o jeito de jogar. E o que a gente esperava? Dar um tempo pros caras porque é uma mudança drástica de estilo de jogo, de filosofia de jogo”.

“A chegada do Felipão foi para apagar um incêndio, foi para melhorar o vestiário, foi para ser um escudo para jogadores, para a imprensa, para parte da torcida. E ela tem que cobrar mesmo, porque o Atlético-MG piorou”.

“Veio uma semana (de treinos) e eu esperava que o Atlético-MG tivesse um pouco mais de cara do Felipão. Se essa é a cara do Felipão para o Atlético-MG, eu estou muito preocupado”.
Matheus CristianiniMatheus Cristianini

Jornalista de 23 anos formado pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). Passagens por Rádio Unesp FM, Antenados no Futebol e Bolavip Brasil. Apaixonado por tudo o que envolve o futebol. Tanto dentro, quanto fora das quatro linhas.