Verstappen lidera sexta-feira de treinos livres para o GP do Canadá

Antes de mais nada, o atual campeão da Fórmula 1, Max Verstappen, dominou as duas primeiras sessões de treinos livres para o GP do Canadá, em Montreal. Assim, o piloto da Red Bull superou, na 1ª sessão de treinos livres, o espanhol Carlos Sainz. Enquanto que na 2ª sessão, o superado foi o monegasco e principal adversário ao título de Verstappen, Charles Leclerc.

Destaques positivos para Fernando Alonso, piloto da Alpine, que alcançou um 3º lugar na 1ª sessão e foi o 5º mais rápido na 2ª sessão no GP do Canadá. Além disso, Sebastian Vettel foi o 4º colocado na mesma 2ª sessão.

1ª sessão de treinos livres para o GP do Canadá

Em suma, a grande preocupação das equipes era a chuva torrencial que caiu na quinta-feira (16), voltasse a dar as caras na sexta-feira (17). Entretanto, ao longo da sessão, não foi registrada chuva. O que fez com que os primeiros pilotos saíssem dos boxes de pneus médios. A excessão foram Charles Leclerc (Ferrari), Fernando Alonso (Alpine) e Yuki Tsunoda (AlphaTauri), que saíram de pneus macios.

Ao longo da sessão, os dois carros da Red Bull (Verstappen e Pérez) se alternavam entre as voltas mais rápidas. Todavia, havia espaço para um bom tempo de Lance Stroll (Aston Martin), que lhe rendeu a 3ª posição. A saber, ele ficou a 0.217s do tempo do, até então líder, Sergio Pérez. Enquanto seu companheiro de equipe, Sebastian Vettel, estava em 5º lugar, a 0.543s do tempo do mexicano, faltando 30 minutos para o fim.

Contudo, nos últimos minutos de treino, a Ferrari entrou na briga. Assim, Carlos Sainz chegou a liderar a sessão para o GP do Canadá. Entretanto, Max Verstappen tomou a liderança do espanhol para não sair mais, com um tempo de 1:15.158. E no fim, Fernando Alonso cravou o 3º melhor tempo, com 1:15.531.

2ª sessão de treinos livres

Já na 2ª sessão de treinos livres, uma dor de cabeça para a Alfa Romeo de Valtteri Bottas. Já que o carro nº 77 estava com algum tipo de problema, e o finlandês conseguiu dar apenas duas voltas. Mesmo assim, estas voltas não foram voltas rápidas. Portanto, Bottas ficou sem tempo marcado nesta 2ª sessão no GP do Canadá. 

Em suma, este 2º treino livre foi marcado por clima tenso no pitlane. Já que, apesar de não serem registradas batidas ou bandeiras vermelhas, por diversas vezes aconteceu o “unsafe release“, que é quando a equipe libera o carro dos boxes em rota de colisão com outro carro.

Assim, o 1º incidente deste tipo aconteceu entre Kevin Magnussen (Haas) e Sebastian Vettel (Aston Martin). Já a 2ª vez que isto aconteceu foi entre Lando Norris (McLaren) e Carlos Sainz (Ferrari). Por fim, a FIA ficou de investigar os ocorridos após a sessão, e tal ocorrido deverá gerar multa em dinheiro para a equipe.

Sobre os tempos, Verstappen mais uma vez foi o mais rápido, conseguindo até bater o recorde extraoficial do GP do Canadá. Assim, o holandês marcou um tempo de 1:14.127, seguido de Leclerc, que ficou 0.081s atrás. Fechou o top 3, o espanhol Carlos Sainz, com um tempo de 1:14.352.

Foto destaque: Divulgação/F1

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.