GP do Canadá 2022: veja os preferidos

Antes de mais nada, acontece neste fim de semana o GP do Canadá de Fórmula 1 2022. Assim, após duas etapas de circuitos de rua (Mônaco e Baku), a categoria volta para um circuito misto (50% rua 50% autódromo).  Trata-se do Circuito Gilles Villeneuve, em Montreal. Em suma, duas equipes vem dominando as corridas anteriores, e não deve ser diferente no GP do Canadá.

Assim, o grande atrativo para esta etapa da Fórmula 1 é a disputa entre Red Bull e Ferrari, com a escuderia austríaca levando a melhor. Já no mundial de pilotos, uma dobradinha dos dois pilotos da RBR (Max Verstappen e Sergio Pérez). Também houve uma dobradinha dos carros da Red Bull em Baku, na última corrida da F1. Veja o top 10 do mundial de pilotos:

1) Max Verstappen, 150 pontos
2) Sergio Pérez, 129
3) Charles Leclerc, 116
4) George Russell, 99
5) Carlos Sainz Jr., 83
6) Lewis Hamilton, 62
7) Lando Norris, 50
8) Valtteri Bottas, 40
9) Esteban Ocon, 31
10) Pierre Gasly, 16

Então, é provável que um dos cinco primeiros seja o vencedor do GP do Canadá. Destaque para Verstappen e Pérez. Por fim, do 6º ao 10º lugar, com certeza seria uma surpresa em caso de vitória.

GP do Canadá : o que esperar da competição

A saber, os preferidos do GP do Canadá vão disputar o lugar mais alto do pódio pela 1ª vez após dois anos de hiato sem corridas da Fórmula 1 devido a pandemia de COVID-19. Assim, o GP do Canadá trata-se de um circuito misto, ou seja, 50% circuito de rua, 50% pista de autódromo. Já que parte do traçado é usado durante o ano pelos frequentadores do Park Jean-Drapeau, da Ilha de Notre Dame, local do circuito Gilles Vileneuve.

A extensão de uma volta do GP do Canadá é de cerca de 4.361 km. Já a extensão total é de 305.270 km. Ou seja, um circuito curto, contudo, com muitas voltas (70 voltas ao todo). Além disso, são 13 curvas.

Um fator extra para os pilotos se preocuparem é a chuva. Além desta região do Canadá ser conhecida por chover bastante, a previsão do tempo aponta chuva. Principalmente na sexta-feira (17), dia dos treinos livres 1 e 2. A chance de chuva é de 79%. Já para o sábado (18), a chance cai para 52%. E no domingo (19), dia da corrida em si, apenas 3% de chance de chuva.

O GP do Canadá possui um dos circuitos mais icônicos da temporada, com curvas infames (como o muro do campeões), o que torna a corrida ainda mais divertida. Você vai poder acompanhar a corrida através de vários serviços de streaming, e até mesmo na TV a cabo e aberta, do conforto do sofá.

Foto Destaque: Divulgação/F1

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.