Veja o 1º esboço do calendário 2023 da Fórmula 1

Antes de mais nada, a Fórmula 1 já começa a montar seu calendário para o ano que vem. Assim, já existem circuitos que estão confirmados para 2023. Além disso, novos circuitos entrarão no calendário e outros ainda estão em negociação. Portanto, veja quais são estes circuitos. Vale lembrar que o CEO da Fórmula 1, Stefano Domenicali, adiantou que algumas corridas devem ser agrupadas geograficamente.

Vale lembrar que a Fórmula 1 só poderá ter, no máximo, 24 corridas. Já que isto é pré-determinado pelo Pacto de Concórdia, válido até 2025. Total que deve ser atingido na próxima temporada.

Inclusões no calendário da Fórmula 1

Alguns retornos ao calendário já são certos para 2023, como o Catar. Assim, com sua 1ª corrida de Fórmula 1 realizada em 2021 (substituindo o GP da Austrália), o Circuito Internacional de Losail, no Catar, tem contrato com a F1 até 2032, válido a partir do ano que vem. Além do Catar, a Fórmula 1 já confirmou a presença da categoria em Las Vegas, Estados Unidos. Assim, formando uma trinca de corridas no país da América do Norte, junto com Austin e Miami.

A saber, também poderemos ter dois retornos importantes para a Fórmula 1 em 2023. Tratam-se do circuito de Kyalami, na África do Sul, e de Xangai, na China. No caso do circuito sul-africano, as negociações estão em curso entre a Fórmula 1 e o país. Já para o circuito de Xangai, a F1 está observando a situação da pandemia de COVID-19 no país asiático. Portanto, a possibilidade de corrida na China está em aberto.

Permanência no calendário

Em suma, diversos circuitos ainda tem contrato vigente com a F1 para 2023. Assim, são as seguintes pistas: Yas Marina, Abu Dhabi (contrato até 2030); Jeddah, Arábia Saudita (2023); Baku, Azerbaijão (2023); Melbourne, Austrália (2035, renovado recentemente); Sakhir, Bahrein (2036); São Paulo, Brasil (2025); Montreal, Canadá (2029); Barcelona, Espanha (2026), Austin, Estados Unidos (2026); Miami, Estados Unidos (2031); Silverstone, Inglaterra (2024); Budapeste, Hungria (2027); Ímola, Itália (2025); Monza, Itália (2024); Suzuka, Japão (2024); Cidade do México, México (2023); Zandvoort, Holanda (2023) e Marina Bay, Singapura (2028).

Contratos com a Fórmula 1 se encerrando

Por fim, quatro circuitos tem contratos se encerrando ao final de 2022. São esses: Spa-Francorchamps, Bélgica; Le Castellet, França; Spielberg, Austria e Monte Carlo, Mônaco.

Assim, já existe a intenção da F1 de renovar com os circuitos belga, austríaco e monegasco. Formando assim, os 24 circuitos tão almejados pela F1. Portanto, a saída da França do calendário já é dada como certa.

Foto Destaque: Reprodução/F1TV

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.