Novo capítulo na novela envolvendo a suposta irregularidade na inscrição do zagueiro Pedro Henrique - do Sport Recife, no Campeonato Brasileiro 2021.

De acordo com as últimas informações, a procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva - STJD pediu que o time pernambucano e a Confederação Brasileira de Futebol deem novas explicações sobre o tema; o prazo é de três dias.

Depois destas respostas, é que o órgão competente decidirá se dará seguimento ou não em uma ação movida por Atlético-GO, América-MG, Bahia, Chapecoense, Ceará, Cuiabá, Grêmio, Juventude e Santos.

Entenda o caso

O problema em questão envolve a discussão sobre o número de partidas que o defensor teria feito pelo seu antigo clube - o Internacional nesta edição do Brasileirão 2021, antes de se transferir para Recife.

Segundo os autos dos pedidos, Pedro Henrique entrou em campo pelo Colorado em cinco oportunidades, porém, recebeu cartões amarelos em outras duas, estando esse no banco de reservas.

De acordo com a CBF, o jogador em questão tem cinco jogos apenas pelo Inter, conforme Regulamento Específico do Campeonato Brasileiro, que afirma que este regulamento está acima do Regulamento Geral das Competições, donde por esse, o zagueiro teria feito sete partidas pelo seu antigo clube e desta forma não poderia atuar pelo Sport na mesma competição.

Punição ao Sport Recife

Se o time pernambucano for punido pelo STJD, poderá perder 17 pontos; atualmente o Sport briga contra a zona de rebaixamento, estando esse na 18ª colocação na tabela de classificação da Série A, do Brasileirão em 2021.