Depois de ser banida das Eliminatórias da Copa do Mundo do Catar, assim como seus clubes banidos pela UEFA de todas as competições continentais por conta do conflito na Ucrânia, a Rússia cogita se filiar a Confederação Asiática de Futebol, segundo informações da imprensa local.

Conforme já destacado aqui, o Spartak Moscou foi banido da Europa League, enquanto a seleção do país foi proibida de disputar uma vaga na repescagem para o Mundial do Catar.

Lembramos que a Rússia disputaria uma vaga na final da repescagem com a Polônia, que fora classificada por antecipação por todos os motivos já sabidos no mundo inteiro.

Sem saber se essas sanções serão mantidas pela UEFA na temporada 2022/2023, a Federação Russa de Futebol se movimenta para debater os pós e contras de uma possível mudança de Confederação, onde sim, analisa a possibilidade de se juntar a AFC.

Se isso for adiante e a Rússia por um acaso for aceita, a mesma disputará as Eliminatórias da Copa do Mundo Asiática e também a Copa da Ásia, ao invés da Eurocopa.

Por sua vez, os clubes russos jogariam a Champions League e a Copa da Ásia, ao invés de disputarem a UEFA Champions League e a Europa League.

Países que mudaram de confederações

No entanto, mesmo estudando essa mudança, a mesma não deverá ser tão simples assim, porém, vale lembrar que se isso for aprovado não será a primeira vez na história do futebol, visto que Israel, Cazaquistão e Austrália já trocaram suas confederações, abrindo com brecha para que a Rússia possa lutar por seus interesses também no futebol; aguardemos!