Rogério Ceni na Venezuela? Calma, eu explico! Não, o ex-treinado do Flamengo não irá morar na Venezuela ou se quer foi embora para lá.

O que aconteceu nos últimos dias foi que o profissional em questão recebeu uma consulta para saber das possibilidades de assumir o comando técnico da seleção venezuelana.

Livre no mercado desde que fora demitido do clube brasileiro já aqui mencionado, Rogério Ceni com isso foi procurado pela Federação Venezuelana de Futebol para ver se gostaria de comandar a seleção nacional.

O entendimento do presidente da Federação local é de que o brasileiro assuma o lugar deixado neste último sábado por José Peseiro.

Rogério Ceni é visto dentro da entidade venezuelana como um nome interessante pela cúpula, mas que ainda não decidiu se aceitará esse convite.

Obviamente que Rogério Ceni se interessa por comandar uma seleção, mesmo que essa não tenha tantas perspectivas de títulos, uma vez que a Venezuela hoje ocupa a lanterna das Eliminatórias da Copa do Mundo do Catar ao lado do Peru, tendo ela poucas chances de classificação.

No entanto, Ceni não deu qualquer sinal positivo para a FVF quanto ao convite a ele apresentado.

Rogério Ceni na mira de clubes da Série A

Mesmo com o Fluminense tendo efetivado seu treinador da comissão permanente ao cargo principal; aqui falamos de Marcão, que comandará o Tricolor das Laranjeiras após a demissão de Róger Machado, Rogério Ceni no caso chegou a ter seu nome ventilado no cargo, assim como também pelo Bahia, no entanto, nenhum desses o chamou oficialmente para a função.

Assim sendo, o ex-comandante do Flamengo segue estudando o que fará com a nova oportunidade de mercado. A Seleção da Venezuela está sem treinador desde que Peseiro pediu demissão do cargo, no último sábado, onde o mesmo alegou atrasos no pagamento de seus salários.

O português enviou uma carta ao presidente da Federação Venezuela de Futebol - Jorge Giménez, donde informou que não seguirá a frente da equipe nacional por conta da falta de pagamentos.