“O bom filho a casa torna". Com esse enredo iniciamos a falar sobre o retorno de Rogério Ceni a sua antiga casa, casa essa onde é destaque como jogador e por onde iniciou sua carreira com técnico de futebol.

Sim, Rogério Ceni está de volta ao São Paulo após 4 anos longe. O ídolo do clube aceitou a proposta para substituir Hernán Crespo, demitido nesta última quarta-feira (14).

No entanto, Rogério Ceni não terá tempo para conhecer seus novos comandados, uma vez que chega já chegando, com jogo nesta quinta-feira (14), diante do Ceará, no Morumbi.

Registrado no Boletim Informativo Diário da CBF, o famoso BID, Ceni já estará apto a fazer sua estreia no banco de reservas como mais novo comandante técnico do Tricolor Paulista.

Lembrando que essa é a segunda passagem do treinador pelo clube, donde iniciou sua carreira logo após se aposentar dos gramados como goleiro do próprio São Paulo, em 2016, assumindo o time como técnico em 2017.

Em sua primeira passagem foram 35 jogos, com 14 vitórias, 11 empates e 10 derrotas, um aproveitamento de 50%.

Clubes comandados por Rogério Ceni

Rogério Ceni ainda conta com passagens por clubes como o Fortaleza, entre os anos de 2017 a 2020 (com uma pequena ausência entre esses anos, quando comandou o Cruzeiro em apenas duas partidas), e por fim o Flamengo, na última temporada, onde ajudou esse a conquistar o Bi do Brasileirão e em 2021 conquistando a Taça Guanabara e o Campeonato Carioca, até ser substituído por Renato Portaluppi.

Em nota ao site oficial, o presidente do São Paulo deu as boas vindas ao novo treinador, onde declarou o seguinte:

“Precisávamos tomar uma decisão rápida, e, indo ao encontro da nossa linha de raciocínio e ao diagnóstico de todo o departamento de futebol, a opção correta era o Rogério Ceni. Já havia deixado claro que, em caso de vacância no cargo, ele seria a nossa primeira alternativa, se estivesse livre no mercado. Como bom são-paulino que é, não precisou de mais de 15 minutos para acertar essa volta para casa”, declarou Julio Casares.