Não aguentou! O que muitos já vinham avisando há semanas, ocorreu neste sábado pela manhã em um comunicado oficial do Fluminense. Sim, estamos falando da demissão do técnico Róger Machado, que não suportou a eliminação do Tricolor na Libertadores da América, na última quinta-feira, 19.

Desde fevereiro deste ano a frente do elenco principal do Fluminense, o treinador em questão não conseguiu permanecer no cargo após quatro derrotas em sequência no Brasileirão, mais a eliminação pela Libertadores no meio de semana.

Nessa sua última passagem pelo clube, Róger comandou o "Flu" em 42 jogos, com 19 vitórias, 12 empates e 11 derrotas.

Marcão é efetivado no cargo até o final da temporada

Sem Róger Machado e com a nova regra de treinadores imposta pela CBF dentro da competição nacional, o Fluminense achou melhor usar um elemento caseiro, desta forma efetivou o treinador da comissão técnica permanente; o mesmo já havia assumido a equipe quando Odair Hellmann deixou o clube em 2020 para se aventurar no futebol árabe.

Antes disso, Marcão já havia comandado o Tricolor das Laranjeiras em 2019, desta forma, somando as duas últimas passagens, o profissional aqui em questão tem no comando técnico do "Flu", 38 jogos - com 16 vitórias, 13 empates e 9 derrotas, um aproveitamento de 53,61%.

Celso Barros ataca Mário Bittencourt após demissão de Róger Machado

Poucos minutos após o Fluminense confirmar a demissão do técnico Róger Machado, o ex-dirigente do clube - Celso Barros usou sua conta no Instagram para atacar o atual presidente do Tricolor - Mário Bittencourt, onde esse o chamou de: "Arrogante, covarde, autoritário e de índole ruim".

Além disso, o ex-dirigente aqui em questão afirmou que o departamento de futebol "está muito atrasado", onde ainda pediu a renúncia de Bittencourt. Vale salientar que Celso Barros é o atual vice-presidente eleito do clube carioca; no entanto ele fora afastado do cargo em 2019.

Próximo compromisso do Fluminense

O time das laranjeiras volta a campo somente na segunda-feira-23, quando encara o Atlético-MG, às 20h (de Brasília), em São Januário. A partida será válida pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro 2021.