Após derrota diante do maior rival do Rubro-Negro, na rodada do final de semana, o técnico do Flamengo - Renato Portaluppi deu a seguinte declaração: "Quem tudo quer, nada tem".

Com essa frase, o treinador do Mengão deixou bem claro que o clube não vai em busca de mais um título nacional, ainda mais após ver o Atlético-MG vencer o Cuiabá por 2 a 1, no último domingo.

A diferença atual entre o líder da Série A e o Flamengo, quarto colocado, é de 13 pontos, em 39 ainda em jogo pelo time carioca e 33 pelo time minero; lembrando que o Rubro-Negro tem dois jogos de desvantagem para o Galo.

Desprezo de Renato pelo Brasileirão

É notável o desprezo por parte do treinador do Flamengo para com a disputa do Brasileirão, onde o Mengão deixou vários pontos pelo caminho, indo contra ao que comentava a própria direção antes da chegada do comandante técnico, onde essa dizia que "o Flamengo com elenco milionário era candidato a vencer tudo neste ano".

Para Renato, parece que o que está em jogo é a Copa do Brasil e a Libertadores da América, o Brasileirão é o "resto", frustando assim o torcedor flamenguista, que gostaria de erguer todos os troféis em disputa na temporada.

Os desfalques constantes de jogadores que agregam técnica e talento ao time, não podem servir para atenuar a responsabilidade de Renato Portaluppi pela quase despedida precoce do Flamengo no Brasileirão.

O mesmo até pode dar uma arrancada nas rodadas finais, mais isso é pouco provável pelo que o time apresentou desde a chega do profissional ao Ninho do Urubu.

Vale lembrar que Renato não tem vaga garantida no Flamengo em 2022, visto que seu vínculo encerra em dezembro deste ano e ainda deverá ser negociado com a direção do clube.