Neymar tem renovação automática com o Paris Saint-Germain até 2027

As discussões sobre a saída de Neymar do PSG neste verão, estão encerradas. De acordo com o jornal ‘L'Équipe‘, o brasileiro extendeu automaticamente o seu contrato por mais uma temporada, ou seja, até 2027. Agora, o brasileiro poderá se juntar ao elenco parisiense para a pré-temporada. Há mais cinco anos na França, Neymar havia ficado chateado com as recentes declarações de Nasser al-Khelaïfi.

não quer mais bling-bling. Não vamos falar sobre esses assuntos na mídia. Alguns virão e outros irão, mas são negociações privadas.

O entorno do atacante, inclusive, estaria convencido de que, na temporada 2022/23, Neymar poderá ter “uma das melhores temporadas de sua carreira”. Na equipe desde 2017, caso fique até o término do novo contrato, completará 10 temporadas vestindo as cores do París Saint-Germain.

A saber, última renovação contratual de Neymar com o PSG foi em maio de 2021, com prazo até meados de 2025.

– Estou muito feliz em Paris. É um verdadeiro orgulho fazer parte deste grupo, trabalhar com estes jogadores, com este grande treinador e fazer parte da história deste clube. São essas coisas que me fazem acreditar ainda mais neste grande projeto. Aqui cresci como pessoa, como ser humano e também como jogador. Estou muito feliz por estender meu contrato e espero ganhar muitos mais troféus aqui – completou Neymar, ao site oficial do PSG, em sua última renovação.

Na temporada passada ele disputou 28 jogos pelo time, marcou 13 gols e deu oito assistências, em todas as competições. No entanto, ainda falta um título importante para NJR10, com essa camisa: a Champions League. Houve-se uma expectativa de que com a chegada de Lionel Messi no clube isso pudesse acontecer.

No entanto, o Paris Saint-Germain foi eliminado para o atual campeão da Liga dos Campeões, Real Madrid, nas oitavas de finais.

 

Foto Destaque: Getty Images 

Sou Caio, tenho 23 anos, faço jornalismo. Procuro me especializar em Jornalismo Esportivo e meu maior sonho é comentar uma Copa do Mundo