Na busca por um centroavante, Internacional tenta a contratação de Nahuel Bustos

O Internacional está a procura de um novo camisa 9 para o ataque. Logo após a confirmação da saída de Wesley Moraes para o Levante, da Espanha. Aliás, a contratação de um centroavante para o ataque colorado ganhou mais força.

Internacional e as prioridades

A prioridade do clube gaúcho no mercado é a contratação de um centroavante. Bem como e um lateral-esquerdo, após a saída de Moisés e Heitor que estão de mudança para o futebol europeu. A direção colorada admitiu o interesse na contratação de Nahuel Bustos que pertence ao Manchester City. O atacante argentino atuou nas duas últimas temporadas pelo Girona, da Espanha, que também pertence ao Grupo City.

A negociação entre o clube gaúcho e o inglês está na fase inicial. Assim, devem avançar nos próximos dia.

A ideia da direção Colorada, é contratar o argentino de 24 anos por empréstimo. Nahuel Bustos o nome da vez para ser o reforço para a restante do Campeonato do Brasileiro e a Sul-Americana.

O plano A era repatriar Yuri Alberto. A direção do Internacional até tentou o retorno do jogador, que optou por acertar com o Corinthians.

Outra tentativa de contratação foi o atacante Mikael, ex-Sport, atualmente na Salernitana. Mas não houve avanço nas conversas.

Contratado após a saída de Yuri Alberto, Wesley Moraes não conseguiu corresponder à altura. O técnico Mano Menezes tem apostado em Alexandre Alemão e David para a posição no ataque. Bem como junto com Pedro Henrique, que tem sido escalado como falso 9.

O negócio está dado como difícil pela direção, que tenta a sua liberação com Manchester City por empréstimo sem grande custo aos seus cofres.

O perfil do argentino agrada o a direção colorada. Assim,  o atacante está acompanhado desde o início deste ano pelo Inter. Aliás, quando indicado por Alexander Medina. Então, o jogador atacante de 24 anos trabalhou com Cacique Medina, quando revelado pelo Talleres.

Apaixonada por rádio e futebol. Escolhi o jornalismo por gostar de ler, escrever e pela inquietude que ele traz, pois são os desafios que me movem. O jornalismo é arte [...]