Monza está interessado em William Carvalho, português do Real Betis

Um dos “novos ricos” do futebol italiano, Monza, está de olho na contratação de William Carvalho,  de 30 anos, volante do Real Betis. A informação é do jornalista Fabrizio Romano, especialista em mercado de transferência europeia. O clube espanhol pede entre 8 a 10 milhões de euros (R$ 44-55 milhões) para liberar o atleta. O contrato do meio-campista se encerra em 2023.

A saber, os atleta não pretende renovar com os espanhóis. Em suma, Wiliam Carvalho estaria envolvido numa troca com Houssem Aouar, do Lyon. Até há poucos dias, Fenerbahçe e Galatasaray também estavam interessados ​​em contratar o internacional português, mas acabaram por desistir quando descobriram que o Real Betis não aceitaria negociar por menos que esses valores.

Assim, enquanto o jogador quer um contrato de três anos e três milhões líquidos anuais para deixar o Betis. O AC Monza foi comprado por Silvio Berlusconi há apenas três anos, quando estava na Série C sufocado em dívidas, e na temporada passada alcançou a promoção à Série A pela primeira vez em sua história centenária (foi fundado em 1909 ), depois de superar o Pisa na final do play-off.

Números na temporada e começo de carreira do novo reforço do Monza

Na temporada passada, Carvalho conseguiu atuar em 49 jogos, com quatro gols e cinco assistências, entre a Copa do Rei e a Liga Europa, sem contar as aparições com a seleção de Portugal. Antes de mais nada, nascido no bairro Sambizanga em Luanda, Angola. Se mudou para Portugal ainda adolescente e jogou pelo Recreios Desportivos de Algueirão e União Sport Clube Mira Sintra.

Desse modo, chegou ao Sporting em 2005, estreando pela equipe principal em abril de 2011 contra o Vitória de Guimarães. Ainda assim, foi emprestado ao Fátima e ao Cercle Brugge. Retornou aos Leões para a temporada 2013–14 e garantiu a titularidade. Sendo assim, em 11 de junho de 2018, rompeu unilateralmente seu contrato com o clube.

Dessa forma, seguiu o exemplo do capitão da equipe Rui Patrício que o havia feito dias antes motivado pelo assédio do presidente do clube Bruno de Carvalho ao elenco e a invasão e agressões de torcedores na Academia Sporting em 15 de maio.

Foto Destaque:  Pedro rocha/Global Imagens

Sou Caio, tenho 23 anos, faço jornalismo. Procuro me especializar em Jornalismo Esportivo e meu maior sonho é comentar uma Copa do Mundo