Com o círculo da Fórmula 1 retornando as pistas somente em março, as informações de bastidores já começam a agitar o universo da principal categoria do automobilismo mundial.

Um dessas diz respeito ao lançamento de alguns carros das equipes para 2022, que terá início mais propriamente dito no dia 20 de março, com o GP do Bahrein.

Tendo assim mais de dois meses para o início do calendário 2022, a expectativa fica mesmo por conta dos novos carros, dos motores e tudo que envolve a F1 atual, inclusive, a possível entrada do Grupo Volkswagen na categoria como fornecedora de propulsores de força a partir de 2026.

Lembramos que no final de 2021, o Conselho Mundial do Esporte a Motor aprovou a definição sobre os futuros propulsores da F1, onde as equipes terão um teto de gastos impostos aos fabricantes das unidades em destaque.

Audi e Porsche na F1

Desta forma, o grupo Volkswagem cogita sua entrada na principal categoria do automobilismo, podendo fornecer motores Audi e Porsche as equipes interessadas a partir da data acima citada.

De acordo com a revista alemã "Auto und Sport", a Volkswagen tinha definido uma prazo para anunciar se entraria na F1 ou não; esse prazo era 15 dezembro, no entanto, até o momento não houve nenhum pronunciamento oficial da marca a respeito do assunto.

Em entrevista a um site alemão, um dos ex-executivos da Volkswagen revelou o seguinte:

"Acho que temos um mês importante pela frente em termos de decisão do Grupo Volkswagen. Seria ótimo se eles aderissem, mas não posso falar em nome deles. Fiz parte deste grupo incrível por alguns anos e sei o quão duro eles estão trabalhando de olho no futuro", declarou ele ao site Sport1.

Agora resta saber quando a montadora alemã irá realmente se pronunciar a respeito deste assunto; aguardemos!