Depois de um novo capítulo na disputada briga pelo título da Fórmula 1 entre Lewis Hamilton e Max Verstappen, essa novela teve um novo episódio no último GP, onde os dois pilotos acabaram se encontrando na pista e ficaram de fora da prova, com o holandês sendo punido com a perca de três posições no grid de largada da próxima etapa, na Rússia.

No entanto, essa disputa ficou ainda mais quente quando os chefões das equipes entraram no meio da discussão, trocando farpas por meio da imprensa após o GP da Itália. Ainda no autódromo de Monza, Toto Wolff - chefe da Mercedes comparou o lance com o futebol, onde o mesmo destacou o seguinte:

"Seria o que chamamos de falta técnica e acho que se a gente não lidar com isso da maneira correta, isso irá continuar. Tivemos um acidente em alta velocidade em Silverstone e tivemos um carro indo parar em cima da cabeça de Hamilton", destacou Wolff.

O chefe da escuderia alemã se refere aos dois momentos mais tensos digamos assim do campeonato, onde no primeiro Hamilton foi considerado culpado pela batida que acabou levando o piloto da RBR ao hospital, por precaução. Na ocasião, o piloto da Mercedes seguiu na pista, mas foi punido com a perca de 10s e mesmo assim venceu a prova.

Já neste domingo passado, foi à vez de Verstappen dar o "troco" em Hamilton, onde esse primeiro foi considerado culpado do acidente na pista de Monza; neste os dois ficaram de fora da prova.

No entanto, graças ao "halo", o acidente em questão não teve danos mais graves, principalmente com a vida de Hamilton, que viu o carro de seu oponente parar sob sua cabeça; o inglês deixou sua Mercedes apenas com dores no pescoço.

Aqui, neste último cenário, quando o chefão da Mercedes fala em "falta tática", ele comenta sobre certa intenção de Verstappen, que atualmente conta com cinco pontos de vantagem na disputa do campeonato sobre Lewis Hamilton.

"Estava claro para Verstappen que aquilo acabaria em batida", destacou o chefe da Mercedes, que ouviu a resposta de Horner.

"Estou desapontado que Toto tenha dito isso. Acho que foi um acidente de corrida e ainda bem que ninguém se feriu. Mas tinha espaço, acho que Lewis deu espaço para ele na curva 1 e talvez tenha fechado muito na curva 2", respondeu o chefe da RBR.

Lembramos que na primeira ocasião (GP de Silverstone), a RBR reclamou da punição imposta a Hamilton, que pediu revisão desta, onde a Mercedes respondeu dizendo que a rival estava tentando "manchar a imagem de seu piloto".

Próximos capítulos desta novela

Ao que tudo indica, essa novela que nos referimos acima ainda nos trará mais capítulos nesta temporada, assim como belas disputas entre os dois pilotos em pista, donde prometem trocar farpas daqui até o último GP, em dezembro.