Melhores Momentos do GP do Azerbaijão

Antes de mais nada, aconteceu neste domingo (12), o GP do Azerbaijão de Fórmula 1. A saber, foi uma corrida tranquila para os carros da Red Bull. Principalmente, após o abandono dos dois carros da Ferrari (Carlos Sainz e Charles Leclerc). Portanto, acabou vencendo o atual campeão mundial, Max Verstappen, com Sergio Pérez em 2º. Fechou o pódio, o piloto da Mercedes, George Russell.

Além disso, quem teve grande destaque na corrida foi o heptacampeão Lewis Hamilton, que após largar em 7º e chegar a ficar em 11º, terminou a corrida na 4ª posição. Pierre Gasly (AlphaTauri), Sebastian Vettel (Aston Martin), Fernando Alonso (Alpine), Daniel Ricciardo (McLaren), Lando Norris (McLaren) e Esteban Ocon (Alpine) fecharam o top 10.

Por fim, abandonaram a prova os dois pilotos da Ferrari (Carlos Sainz e Charles Leclerc), Guanyu Zhou (Alfa Romeo), Kevin Magnussen (Haas) e Lance Stroll (Aston Martin). Confira agora os melhores momentos do GP do Azerbaijão.

Melhores momentos do GP do Azerbaijão

Em suma, logo na 1ª curva, Sergio Pérez já havia feito a ultrapassagem sobre o pole postion Charles Leclerc no GP do Azerbaijão. Entretanto, o monegasco conseguiu segurar a 2ª posição contra Max Verstappen. Logo após a largada, a direção de prova anunciou uma investigação sobre os procedimentos de largada de Nicholas Latifi (Williams), que acabou punido com um stop and go de 10 segundos.

Portanto, ao final da 1ª volta, Pérez já tinha uma larga vantagem sobre Leclerc e Vertsappen. Sainz, Russell, Gasly, Hamilton, Vettel, Tsunoda e Alonso completavam os dez primeiros. E mesmo com a liberação do DRS na 4ª volta, Vertsappen não conseguia passar Leclerc. No meio do pelotão, a briga entre Hamilton x Gasly ficava acirrada no GP do Azerbaijão. E esta briga permitia a aproximação de Vettel.

1º abandono

Na 9ª volta, o primeiro abandono: Carlos Sainz teve um problema hidráulico e foi obrigado a parar o carro, causando um Safety Car Virtual. Imediatamente, Leclerc foi chamado para os boxes, afim de colocar pneus duros e terminar a corrida com apenas uma parada. Contudo, a parada da Ferrari foi ruim (mais de 5 segundos). O que fez com que o monegasco voltasse com uma larga desvantagem sobre os carros da Red Bull.

Russell, Gasly, Hamilton e Vettel também entraram nos boxes na mesma volta. Todavia, a parada do heptacampeão não foi nada boa, o que fez com que Vettel saísse na frente de Hamilton.

Quando a bandeira verde foi acionada novamente, Pérez liderava com dois segundos para Verstappen. Contudo, o atual campeão mundial se aproximou rapidamente, e com a ajuda do DRS, ultrapassou o mexicano no início da 15ª volta. Pérez começou a ter claros problemas de rendimento. Já que no fim da mesma 15ª volta, a vantagem de Verstappen já era de quase dois segundos.

Portanto, a Red Bull chamou o mexicano para os boxes ao fim da 17ª volta. Contudo, a parada foi ruim (cerca de 6 segundos) e o piloto nº 11 acabou voltando logo na frente de George Russell. Já Verstappen fez sua troca duas voltas depois, voltando em 2º, a 14 segundos de Leclerc e a 3.5 segundos do mexicano.

2º abandono e fim de corrida no GP do Azerbaijão para a Ferrari

No começo da 21ª volta, a Ferrari deu adeus à corrida. Já que o motor de Charles Leclerc foi para o espaço na grande reta, e o monegasco teve potencia apenas para levar o carro para os boxes. Assim, a Red Bull se encaminhava para uma dobradinha fácil, com Russell em terceiro, Gasly em 4º, Ricciardo em 5º e Hamilton em 6º. Vale lembrar que Ricciardo ainda não havia parado nos boxes, enquanto Gasly e Hamilton já haviam feito suas trocas de pneus.

Chegando a metade da corrida, Verstappen liderava com 7 segundos de vantagem sobre Pérez. Hamilton já havia ultrapassado Ricciardo (que ainda não havia feito seu pit stop) para assumir a 5ª posição. Na 23ª volta, o terceiro abandono. E mais um motor Ferrari dando problema. Desta vez, foi o de Guanyu Zhou. E no 4º abandono (mais um problema de motor da Ferrari, de Kevin Magnussen) mais um Safety Car Virtual foi acionado.

Contudo, não mudou o destino da corrida, que terminou com Verstappen vencendo com uma vantagem de 15 segundos para Sergio Pérez. Hamilton ainda conseguiu a ultrapassagem em Gasly para ficar com o 4º lugar. Enquanto seu companheiro de equipe, George Russell, ficou no pódio com a 3ª posição.

Foto Destaque: Divulgação/Fórmula 1 Twitter

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.