Lucas Paquetá vira alvo do Manchester City

.De acordo com o jornal francês L´Équipe, o Manchester City tem interesse na contratação do brasileiro Lucas Paquetá, em caso de saída do português Bernardo Silva. O Lyon, clube de Paquetá, já havia estipulado um preço de 60 milhões de euros (R$ 322 milhões) pelo ateta.

Oferta por Lucas Paquetá e interesse

Em janeiro deste ano, os franceses rejeitaram uma oferta de 40 milhões de euros (R$ 214 milhões) do Tottenham Hotspur. Recentemente, o Arsenal e Newcastle chegaram a manifestar interesse no meio-campista de 24 anos.

Edu Gaspar, dirigente dos Gunners, concedeu entrevista à ESPN para falar da negociação com Paquetá:

“Sou muito suspeito para falar sobre o Lucas. Gosto muito dele, vem fazendo um ótimo campeonato, foi considerado o melhor estrangeiro da Ligue 1. Mas, hoje, não existe nada. Só a minha admiração. A gente está muito bem servido dentro do elenco para a posição que ele ocupa. E é isso”, finalizou.

No entanto, a negociação entre Lucas Paquetá e Manchester City não ocorreria nesta janela.

Eventual saída de Bernardo Silva seria a chave

Do mesmo mdo, uma vez que a saída de Bernardo Silva é tida como improvável. Assim sendo, em algumas ocasiões, Pep Guardiola confirmou que pretende seguir trabalhando com o português. Aos 27 anos, Bernardo tem contrato com os Cityzens até 2027.

Ainda assim, com nome ligado ao Barcelona, uma transferência em 2023 não está descartada. Jorge Mendes, agente do camisa 20 dos Sky Blues, teria iniciado contatos com equipes do futebol espanhol para uma transferência futura. Então, o que faria com que Paquetá fosse o seu substituto no City.

Permanência no Lyon

No entanto, devido a proximidade com o início da temporada, se espera que o brasileiro continue como esteve na última temporada, como titular absoluto do Lyon, até uma eventual negociação. Assim oque mantém o ex-Rubro-Negro como uma das esperanças do time comandado por Peter Bosz, que terá sua estreia no Campeonato Francês na sexta-feira (5), contra o Ajaccio.

Foto Destque; OLIVIER CHASSIGNOLE/AFP

Sou Caio, tenho 23 anos, faço jornalismo. Procuro me especializar em Jornalismo Esportivo e meu maior sonho é comentar uma Copa do Mundo