Em partida pelas semifinais da UEFA Nations League, Itália e Espanha entram em campo no Estádio San Siro, nesta quarta-feira – 06 de outubro, a partir das 15h45 (de Brasília).

Atual campeã da Eurocopa, a seleção da Itália terá algumas mudanças em sua lista de convocados, onde saíram Rafael Toloi, Matteo Pessina e Ciro Immobile, que foram substituídos por Calabri, Federico Dimarco e Moise Kean.

Por sua vez, a Espanha também vem com pequenas alterações em seu elenco, bem como Sergi Roberto e Bryan Gil, que ocuparão as vagas de Pedri e Lloriente.

Itália x Espanha; Onde assistir ao vivo

O confronto aqui válido pelas semifinais do torneio europeu de seleções poderá ser acompanhado ao vivo pelos canais TNT e HBO MAX, nesta quarta-feira (06), diretamente de San Siro, na Itália, a partir das 15h45 (de Brasília). Veja a ficha técnica da partida abaixo:

ITÁLIA X ESPANHA
Horário: 15h45 (Horário de Brasília)
Estádio: San Siro, Milão, Itália
Onde assistir: TNT Sports (TV fechada) / Estádio TNT Sports (pay-per-view)
Competição: Jogo de ida da semifinal da UEFA Nations League

Prováveis escalações

Itália

A Itália chega a esse jogo após se garantir no Grupo 1, que tinha como adversários a Holanda, Polônia e Bósnia, onde o vencedor desse jogo de semifinal irá encarar França ou Bélgica, que disputam o outro lado da tabela.

Assim como já declaramos acima, os italianos terão pelo menos três alterações em sua equipe para o confronto desta quarta-feira (06), desta forma, a equipe de Roberto Mancini que acumula um recorde de 37 jogos consecutivos sem perder, deve vir com sua espinha dorsal formada, onde temos Donnarumma, Bonucci, Chiellini, Jorginho e Verratti.

Desta forma, a Azzurra deve vir escalada com: Donnarumma; Di Lorenzo, Bonucci, Chiellini e Emerson; Jorginho, Barella e Verratti; Chiesa, Insigne e Berardi.

Espanha

Por sua vez, a “La Roja” como também é conhecida a seleção espanhola, chega para esse jogo de semifinal do torneio aqui já citado, pressionada nas Eliminatórias Europeias, onde perdeu seu último compromisso por 2 a 1 diante da Suécia.

Sem poder contar com Llorente e Pedri, o técnico espanhol deverá promover algumas modificações em sua equipe, devendo mandar a mesma a campo a mesma escalada com: Unai Simón; Azpilicueta, Eric Garcia, Laporte e Reguilón; Busquets, Koke e Fornals; Oyarzábal, Ferrán Torres e Sarabia.