Com a provável demissão de Óscar Tabárez frente a Seleção Uruguaia, após mais um tropeção da celeste pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, no meio desta semana, Diego Aguirre - comandante técnico do Inter passou a ser o alvo número 1 dos dirigentes da Federação Uruguaia de Futebol.

Porém, mesmo com as informações dando como alvo o profissional em questão, a direção do Internacional por hora nega as mesmas, dizendo que não sabe de nada e que não fora procurada.

Porém, Aguirre que vive boa fase a frente do Colorado, não nega o sonho de vir a comandar a seleção principal de seu país.

"Há 10 anos que me perguntam sobre ser técnico da Seleção. Eu nunca mudei minha resposta. Como qualquer treinador, dirigir a seleção de seu país é o máximo do orgulho. Se irá ocorrer ou não, primeiramente tenho que respeitar as pessoas, as decisões. Se um dia acontecer, será espetacular. Durante esse tempo todo, não parei de trabalhar e nunca especulei com essa possibilidade", declarou o atual comandante técnico do Inter.

Contrato de Aguirre com o Inter

Até segunda ordem, o técnico uruguaio segue comandando o Internacional, com quem tem contrato até dezembro de 2022.

Próximo compromisso do Inter de Aguirre

Enquanto não se define nada a respeito do assunto acima citado, Diego Aguirre e seus comandados voltam à ativa neste domingo (17), às 16h (de Brasília), no Allianz Parque (SP), em partida válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro - Série A; diante do Palmeiras.

O Inter é atualmente o sétimo colocado na tabela, com 39 pontos; enquanto isso, o Palmeiras vem na quinta posição com um ponto a mais que o time gaúcho.