O Superior Tribunal de Justiça Desportiva, também conhecido por STJD, marcou nesta quarta-feira (24) a data do julgamento do Grêmio no caso da invasão de torcedores gremistas à Arena, na partida contra o Palmeiras, no último dia 31 de outubro, em partida válida pela 29ª rodada da Série A.

O mesmo está marcado para a próxima segunda-feira (29/11), às 13h (de Brasília), onde além da invasão de torcedores, o lateral Rafinha e o próprio Palmeiras também estarão na pauta da sessão virtual da Primeira Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

Nesta sessão, o Grêmio responderá pela invasão do gramado e pela depredação do VAR; além de arremesso de objetos no gramado; por sua vez, o lateral Rafinha, mesmo não tendo sido relacionado para o duelo, responderá por ofensas a arbitragem, como relatado em súmula pela arbitragem do jogo.

Grêmio denunciado em dois artigos

O Tricolor Gaúcho que será então julgado nesta próxima segunda-feira - 29 de novembro está denunciado em dois artigos: o primeiro por "deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir desordens" e o segundo por "deixar de manter o local com infraestrutura necessária a assegurar plena garantia e segurança".

A pena prevista nesses casos é de multa de R$ 100 a R$ 100 mil e perca de mando de campo de 1 a 10 jogos.

Vale lembrar que por conta de uma liminar, o Grêmio já vem jogando desde então sem a presença de torcedores em jogos como visitantes e com portões fechados em jogos realizados em casa; liminar essa concedida pelo próprio STJD.

Desta forma, o Tricolor Gaúcho não deverá ainda contar com torcedores no jogo diante do Bahia, marcado para essa sexta-feira - 26 de novembro, na Fonte Nova; já diante do São Paulo, no dia 02 de dezembro, se o clube tiver parecer favorável no julgamento, quem sabe os torcedores já poderão estar de volta a Arena; aguardemos!