Confira os valores das folhas salariais dos clubes da Série D do Brasileiro em 2023

O futebol é a paixão do brasileiro. Elemento fundamental na cultura nacional o esporte mexe com o imaginário dos torcedores. E muitos deles já carregaram o sonho de ser jogador profissional.

O sonho de atuar no time do coração e chegar à Seleção Brasileira já passou pela cabeça dos fãs. Contudo, nem todos os atletas têm a mesma condição financeira daqueles que disputam os campeonatos de elite.

Esse é o caso dos jogadores que atuam na Série D do Brasileiro, que brigam por seu espaço no futebol em meio às condições adversas. Apesar disso, o amor pelo esporte é mesmo.

Enquanto os principais atletas ganham uma fortuna mensal, a realidade da 4ª divisão é outra. Em meio a esse cenário, confira os valores das folhas salariais dos clubes da Série D do Brasileiro em 2023.

Folhas salariais dos clubes da Série D do Brasileiro em 2023

Ao todo, 64 times são divididos em oito grupos regionalizados. Eles jogam entre si, dentro da própria chave, em partidas de ida e volta. Ao todo, 14 rodadas são disputadas na primeira fase.

Os quatro mais bem classificados de cada grupo avançam para a próxima fase da 4ª divisão nacional, protagonizando duelos de ida e volta. As quatro equipes que chegarem à semifinal do campeonato conquistam uma vaga na Série C do Brasileiro.

Sem mais delongas, veja as folhas salariais dos clubes da Série D do Brasileiro em 2023:

Santa Cruz

O Santa Cruz esteve na elite do futebol brasileiro em 2016. Um dos grandes de Pernambuco, agora o Mais Querido tenta trilhar seu caminho na 4ª divisão para conquistar o acesso.

Campeão da Série C e da Copa do Nordeste, além de 29 títulos do Campeonato Pernambucano, o Santa Cruz tem registrado 34 atletas no BID da CBF para a disputa da Série D do Brasileiro.

Em contato com o Minha Torcida, o Mais Querido confirmou seus vencimentos mensais.  Na lista das folhas salariais dos clubes da Série D do Brasileiro em 2023, o Santa Cruz investe por mês cerca de R$ 385 mil.

Retrô

Quem também cedeu informações ao Minha Torcida para montar o ranking das folhas salariais dos clubes da Série D do Brasileiro em 2023 foi o Retrô. A Fênix foi fundada em 2016 e tem planos de crescimento para o futuro.

O Retrô tem participado da Copa do Brasil e foi vice-campeão pernambucano em 2022 e 2023. Na 4ª divisão, a Fenix também sonha em chegar à Série C. Com 43 atletas registrados no BID da CBF, os vencimentos mensais são R$ 400 mil, somando a comissão técnica.

Operário Várzea-Grandense

O Operário Várzea-Grandense topou divulgar valores ao Minha Torcida para a montagem da lista das folhas salariais dos clubes da Série D do Brasileiro em 2023. O Tricolor de VG também luta pelo acesso à 3ª divisão.

Na história, o Operário Várzea-Grandense foi 12 vezes campeão do Campeonato Mato-Grossense e já disputou a elite do futebol nacional. Atualmente com 25 registrados no BID da CBF, o Tricolor de VG investe R$ 200 mil por mês, somado à comissão técnica.

Portuguesa-RJ

A Portuguesa-RJ também respondeu à solicitação do Minha Torcida sobre os valores das folhas salariais dos clubes da Série D do Brasileiro em 2023. A Lusa Carioca já foi bicampeã da Copa Rio.

A Portuguesa-RJ já chegou a disputar a 3ª divisão nacional, além de participar da Copa do Brasil. A Lusa Carioca não entrou em detalhes sobre o valor pago mensalmente, se limitando a dizer que a folha é uma das “maiores da Série D”.

Anápolis, Inter de Limeira, Ferroviária e XV de Piracicaba foram procurados pelo Minha Torcida para a matéria sobre folhas salariais dos clubes da Série D do Brasileiro em 2023, mas prefeririam não divulgar os valores.

Até a finalização desta matéria, Atlético-CE, Caxias, Ferroviário-CE, Jacuipense, Patrocinense e Santo André não se posicionaram. Caso isso aconteça, a matéria será atualizada.

Matheus CristianiniMatheus Cristianini

Jornalista de 23 anos formado pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). Passagens por Rádio Unesp FM, Antenados no Futebol e Bolavip Brasil. Apaixonado por tudo o que envolve o futebol. Tanto dentro, quanto fora das quatro linhas.