Fluminense tem pedido negado para utilização dos ingressos do Ceará

Nesta terça-feira (5), o Batalhão Especializado de Policiamento em Estádios (BEPE), vetou o pedido do Fluminense de utilizar os ingressos que sobrarem da torcida do Ceará. A saber, as duas equipes se enfrentam neste sábado (9), no Maracanã, pelo Brasileirão.

O duelo marca a despedida do atacante Fred, que vai defender o Fluminense pela última vez diante do time cearense. A saber, o Tricolor já vendeu todos os seus ingressos para a partida e vislumbrou a possibilidade de usar os que sobrassem do visitante. Porém, em nota, a PM informou que não será possível atender à solicitação por uma questão de segurança.

Confira a nota emitida pela PM:

“Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informa que após inspeção técnica realizada pelo Batalhão Especializado de Policiamento em Estádios (BEPE) para verificar a possibilidade do aumento de carga e a viabilidade do projeto apresentado pelo Fluminense Football Club foi constatado que contraria a norma do dispositivo previsto no Estatuto do Torcedor, que prevê barreiras físicas separando as torcidas mandantes das visitantes. Por este motivo, foi negada a solicitação realizada pelo clube”.

Enfim, após a vitória sobre o Corinthians, Fred chegou a fazer um apelo pelas redes sociais à direção do Ceará para que cedessem a carga de ingressos destinada à torcida do Vozão. Porém, Veridiano Pinheiro, diretor de operações do Ceará, descartou essa possibilidade.

Maracanã lotado para despedida de Fred

Ao todo, o Tricolor vendeu 56 mil ingressos que estavam a disposição de sua torcida. Assim, a previsão é de casa cheia para emocionante despedida do atacante.

Fred com a camisa do Fluminense

Por fim, pelo Fluminense, Fred venceu dois Brasileiros, em 2010 e 2012, e dois Cariocas, em 2012 e 2022, e o título da Primeira Liga em 2016. Enfim, o camisa 9 do Flu participou de 380 jogos e marcou 198 gols.

Leia também:

Foto destaque: Divulgação/ Marina Garcia / Fluminense FC

Meu nome é Enzo Pires, tenho 19 anos e sou estudante de jornalismo. Desde que terminei a escola eu tinha certeza que meu futuro seria no esporte.