Mesmo ainda com a indefinição quanto a presença ou não dos torcedores gremistas no GreNal do próximo sábado, às 19h (de Brasília), no Beira-Rio, a Federação Gaúcha de Futebol enviou um ofício para o governo estadual solicitando a liberação de 60% do público nos estádios.

As autoridades governamentais irão estudar essa questão nesta quarta-feira - 03 de novembro.

Em contato constante com os representantes estaduais para tratar sobre o tema, Luciano Hocsmann - presidente da Federação Gaúcha de Futebol oficializou um pedido em documento enviado as autoridades, onde tem como meta o aumento gradual da presença dos torcedores aos estádios de futebol no Rio Grande do Sul.

Por hora, esse aumento deverá passar dos 30% atuais, para 60% da capacidade dos estádios se assim o governo do estado aceitar o pedido.

Reunião do Gabinete de Crise

Essa decisão deve ser tomada durante encontro do Gabinete de Crise do Estado, que se reunirá nesta quarta-feira (03/11), onde além de assuntos pertinentes a pandemia da Covid-19, ainda debaterá sobre a possibilidade de aumento de público em eventos esportivos.

Em caso de decisão positiva, esse reflexo já poderá ser visto no clássico GreNal, no próximo final de semana, no Beira-Rio.

Entre amanhã - quarta (04/11) e quinta-feira (05/11), o Juizado do Torcedor irá debater sobre a possibilidade do veto à torcida gremista no Beira-Rio por conta dos incidente recentes na Arena; assunto esse defendido pelo STJD, que é contrário a presença do torcedor do Grêmio no clássico GreNal.

As próximas horas devem ser importantíssimas quanto à presença dos torcedores nos estádios e eventos esportivos no Rio Grande do Sul; aguardemos por maiores informações.