Depois de uma etapa frustrante com o GP da Bélgica, no último final de semana, a F1 voltou a pisar fundo neste final de semana, com mais uma prova do calendário 2021 no circuito de Zandvoort, com o Grande Prêmio da Holanda, a 13ª corrida deste ano.

Essa prova do calendário 2021 marcará história, uma vez que a Fórmula 1 não tem um Grande Prêmio da Holanda desde 1985, ou seja, 36 anos ausente do calendário da categoria mais importante do automobilismo mundial.

O treino classificatório aconteceu na manhã de sábado e teve Verstappen como o mais rápido.

GP da Holanda de F1 - grid de largada

Com o treino realizado no sábado às 10h de Brasília, veja como ficou o grid de largada e os 10 primeiros:

  1. Verstappen
  2. Hamilton
  3. Bottas
  4. Gasly
  5. Leclerc
  6. Sainz
  7. Giovinazzi
  8. Ocon
  9. Alonso
  10. Ricciardo

O novo traçado do circuito em questão conta atualmente com 4.259 metros de extensão, com 14 curvas - algumas delas inclinadas - e uma longa reta, que serão percorridas por 72 voltas. Quanto aos compostos, a Pirelli disponibilizará o C1 (duro), C2 (médio) e C3 (macio).

Classificação da Fórmula 1 - Veja como está a disputa pelo título mundial de pilotos após 12 etapas concluídas. Lewis Hamilton segue liderando a competição com 202,5 pontos, seguido por Max Verstappen, com 199,5 pontos, Lando Norris, com 113 pontos, Valterri Bottas, com 108 e Sérgio Perez, com 104 fecham os 5 primeiros.

Classificação, Programação, Horários e Transmissão

O piloto da casa Max Verstappen, com 1m08s885, tem o melhor tempo, seguido por Lewis Hamilton, com 1m09s038 e por Valteri Bottas, com 1m09s337 que fecham o pódio nas três primeiras colocações para o grid de largada neste domingo - 05 de setembro.

Domingo - 05/09/2021

  • 10h - Corrida - Bandeirantes na TV aberta
  • 21h - VT da Corrida - BandSports

Curiosamente, a F1 já registrou 30 GPs neste circuito, onde em 1985 - último realizado, o saudoso Niki Lauda foi o grande vencedor a bordo de sua McLaren, com Alan Prost e Ayrton Senna fechando o pódio.

A pole daquele ano foi marcada por outro piloto brasileiro, Nelson Piquet, que marcou o tempo recorde de 1:11.074s; foi Piquet também o último brasileiro a vencer em Zandvoort; em 1980.

Diferentemente de 1985, em 2021 teremos um traçado diferente em Zandvoort, desta forma, não temos tempos de referência para a Fórmula 1 a partir de então.