Mesmo com a Red Bull Racing ter seguido com motores "Honda" na temporada 2022, o ex-piloto de Fórmula 1, Gerhard Berger acredita que a escuderia austríaca poderá no próximo ano escolher um dos motores do grupos Volkswagem para equipar o centro motriz de seus bólidos.

Sob a administração da Volkswagen, a Audi e a Porsche estão sim prontas para regressarem a F1, onde Berger acredita que a segunda marca tem mais chances de fechar com a RBR; segundo ele, um acordo com a Porsche já estaria em andamento, conforme o próprio destacou em uma entrevista recente; confira:

"Eu acredito que as duas marcas regressarão a F1 e que a Porsche irá equipar os carros da Red Bull Racing já no próximo ano", destacou o ex-piloto de Fórmula 1 em entrevista ao Speedweek, quando perguntado se espera que a empresa alemã regresse a principal categoria do automobilismo mundial em breve.

Audi poderá equipar outras equipes da F1

Berger acredita que a Porsche está fortemente ligada há meses a um acordo com a equipe austríaca e que a Audi poderá se unir a Aston Martin e a Sauber.

"Acho que a Sauber teria uma base muito sólida. A equipe está indo muito bem com o nome da Alfa Romeo".

Na atual temporada, a equipe austríaca está equipada com os motores Honda, mas sob sua própria administração e com uma nova nomeclatura, uma vez que a equipe japonesa abandonou a principal categoria do automobilismo no final de 2021, assim, a RBR poderá sim a partir de 2023 surgir no grid de largada com uma nova parceria; aguardemos!