A Premier League multará os seis clubes ingleses que estiveram envolvidos na criação da Superliga Europeia, diz imprensa inglesa.

De acordo com a mídia esportiva local, o Arsenal, Chelsea, Liverpool, Manchester City, Manchester United e Tottenham tomarão como forma de punição uma multa de 22 milhões de libras - algo em torno de R$ 157 milhões.

Ainda segundo a informação, nenhum clube neste primeiro momento sofrerá punição como a perca de pontos após um acordo firmado na manhã desta quarta-feira - 09 de junho de 2021.

Porém, se esses voltarem a tentar qualquer tipo do gênero, fora das regras e das leis esportivas do Velho Continente e do futebol inglês, a liga deverá puni-los com a perca de 30 pontos no campeonato nacional, além de uma nova multa no valor de 25 milhões de libras - R$ 178,5 milhões.

Decisão que não agradou os demais clubes

No entanto, a decisão tomada pela Premier League desagradou os demais 14 clubes da "elite" do futebol inglês, que pediam a redução de pontos imediatamente.

Além disso, a grande discussão ficou em saber para onde vai esse valor cobrado ao "Big Six", como estão sendo chamados. Com esses grandes não querendo destinar o valor aos demais clubes, o mesmo deverá ser revertido a ações com iniciativas de base, torcedores e comunidades.

Os clubes ingleses, assim como o Atlético de Madrid, Milan e Inter de Milão firmaram um acordo com a UEFA, porém, Barcelona, Juventus e Real Madrid seguem com a ideia de tirar a Superliga do papel e podem sofrer medidas mais pesadas da entidade máxima do futebol europeu.